Criança de 11 anos que morreu em Campo Grande não tomou vacina, diz SES

Segundo a SES, pelo calendário vacinal, a menina, que morava em Campo Grande, já deveria ter tomado a vacina
| 03/02/2022
- 12:43
A primeira dose segue disponível para crianças de 5 a 11 anos e para todas as pessoas com 12 anos ou mais.
(Foto: Divulgação)

O boletim epidemiológico desta quarta-feira (3) trouxe o registro da morte por de uma menina de 11 anos, moradora de Campo Grande. Segundo a divulgação, ela tinha uma doença neurológica crônica. A SES (Secretaria de Estado de Saúde) informou, no entanto, que até a data de 28.01.2022, um dia antes do óbito, não houve registro de vacinação da paciente.

A SES ainda disse que conforme calendário de vacinação, pela idade de 11 anos, deveria ter pelo menos uma dose do imunizante, reforçando a necessidade de cumprir o ciclo vacinal. "Cabe reforçar também quanto à manutenção, não somente da vacinação contra a COVID, mas de todo o calendário vacinal, respeitando as vacinas ofertadas de acordo com a idade da criança".

Além da criança de 11 anos, outras 15 pessoas morreram de Covid de terça (1º) para quarta (2). Ao todo, 9.912 já morreram por Covid em MS.

Veja também

Indígenas relatam tensão para seguir tradição de sepultamento

Últimas notícias