Contraproposta é rejeitada pela prefeitura e professores da Reme discutem sobre paralisação na terça

Executivo deve mandar uma nova proposta nesta tarde, que também será discutida amanhã
| 14/02/2022
- 19:48
Reunião aconteceu nesta manhã
Reunião aconteceu nesta manhã - Foto: Divulgação/ ACP

Reunião entre a ACP (Associação Campo-Grandense dos Profissionais da Educação) e a prefeitura da Capital terminou em indefinição na manhã desta segunda-feira (14). A categoria luta pelo reajuste no piso salarial por 20h na Reme (Rede Municipal de Ensino).

Conforme a associação, o Executivo Municipal não aceitou a contraproposta apresentada, definida pela categoria em assembleia do dia 8 de fevereiro. Após as tratativas, o prefeito (PSD) sinalizou que vai apresentar uma nova proposta de reajuste dos profissionais da educação para o sindicato, até a tarde desta segunda.

Uma Assembleia Geral Extraordinária está marcada para terça-feira (15), às 8h, na sede do sindicato, quando a diretoria vai apresentar e debater com a categoria a nova proposta do executivo. Um indicativo de paralisação também será debatido pelos profissionais da educação da Reme na reunião.

“Nossa campanha é #PisoZeroNuncaMais. Não vamos admitir que nossa lei não seja cumprida e que não tenhamos nosso direito respeitado. Seguimos na luta!”, afirmou o presidente da ACP, professor Lucilio Nobre.

Veja também

Em Campo Grande, o contingente de pessoas com renda abaixo de R$ 497 mensais aumentou 3,4% em um ano

Últimas notícias