Com desmonte anunciado, ex-funcionários da Usina São Fernando preparam protesto em MS

Trabalhadores reivindicam liberação de créditos trabalhistas antes de pagamento de credores
| 06/04/2022
- 08:37
Com desmonte anunciado, ex-funcionários da Usina São Fernando preparam protesto em MS
Parque industrial será desmontado (Foto: Reprodução)

Um grupo de ex-funcionários da São Fernando de Dourados, que teve a decretada em julho de 2017 pela Justiça, estarão nesta quarta-feira (6) em frente ao Fórum de Dourados. O protesto é em defesa da liberação dos créditos trabalhistas da empresa que estão pendentes há cinco anos.

A manifestação acontece após a homologação da venda da Massa Falida pelo valor de R$ 661 milhões, que deverão ser parcelados em 19 meses, para o Grupo Pedra Agroindustrial, do interior de São Paulo, que já anunciou que o parque industrial da usina será desmontado.

A empresa também já adiantou que irá priorizar o pagamento de credores, em vez dos ex-funcionários. A reportagem do Midiamax apurou que os créditos dos ex-funcionários da Usina São Fernando já estão habilitados, conforme processo número 0802789-69.2013.8.12.0002, que tramita na 5ª Vara Cível da Comarca de Dourados.

Entraves jurídicos

“Os bens de objeto do edital poderão ser levados a outras unidades produtivas a critério da proponente, sem que esta opere a massa falida da usina”, propôs a empresa vencedora. Com essa observação, a cláusula abriu a possibilidade da empresa levar os equipamentos e o maquinário da usina para fora de Dourados, sem precisar manter a operação na cidade.

“De fato, a venda desses ativos acarretará importantes benefícios aos credores e consequentemente à região de Dourados, com a injeção de recursos perseguidos há muitos anos, além de impedir a deterioração dos bens, com sua consequente perda de valor ao longo do tempo”, declarou a empresa.

Veja também

Prefeitura de Campo Grande inicia novo trecho de obras na Rua Sete de Setembro, nesta...

Últimas notícias