CNH MS Social termina período de inscrição com mais de 59 mil inscritos

A previsão para divulgar o nome dos cinco mil classificados é de 30 dias
| 07/04/2022
- 09:14
Pesquisa busca orientar pessoas interessadas em tirar CNH.
(Foto: Divulgação/Prefeitura de Dourados)

O período de inscrição para o programa CNH MS Digital encerrou com mais de 59 mil inscritos, conforme divulgado pelo Detran-MS (Departamento de Trânsito de ) nesta quinta-feira (7). Serão apenas cinco mil habilitações gratuitas nas categorias A, B e AB. A para divulgação do nome dos classificados é de 30 dias.

Segundo o balanço, do dia 31 de março a 6 de abril o portal recebeu 327.602 acessos e 59.723 inscritos. Só após a publicação do edital, no Diário Oficial do Estado, o candidato à primeira habilitação será convocado a se apresentar na Agência do Detran-MS com documento de identificação original e cópia do mesmo para abertura do Processo RENACH e captura de imagem.

A expectativa da Diretora de Educação para o Trânsito, Elijane Coelho, é que o aluno convocado dê início ao processo em no máximo três meses e esteja com a carteira em mãos em seis. “Apesar do processo de habilitação ter 12 meses para ser concluído, o programa coloca prazos específicos que devem ser observados pelos beneficiados”, conclui.

Neste edital, as vagas serão disponibilizadas por etapas e regiões de Mato Grosso do Sul nos próximos 12 meses, sendo 1.180 vagas para categoria A, 1.000 vagas para B, 2.570 vagas para categoria AB e 250 vagas para PcD.

Além de separadas por município e região, sendo 1.650 para Campo Grande, 800 para Dourados e região, 300 para Naviraí e região, 300 para Três Lagoas e região, 300 para Ponta Porã e região, 250 para Paranaíba e região, 250 para municípios da região da Capital, 250 para Corumbá e Ladário, 250 para Nova Andradina e região, 250 para Aquidauana e região, 200 para Jardim e região e 200 para Coxim e região.

Requisitos de seleção

Para ter acesso ao benefício, o interessado precisa preencher alguns requisitos como estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único) do Governo Federal antes de 19 de fevereiro de 2022 e possuir renda per capita de até meio salário mínimo ou renda total de até dois salários mínimos, saber ler e escrever. Também se faz necessário que o cidadão more em Mato Grosso do Sul há pelo menos dois anos.

O edital especifica que perdem direito ao benefício pessoas que cometeram crime na condução de veículos, tenham CNH ou permissão para dirigir cassada, tenham processo RENACH aberto ou forneçam dados incorretos no ato da inscrição.

Veja também

Lei de 2015 isentou IPTU por cinco anos e ISSQN por dez anos para estacionamentos verticais

Últimas notícias