Carnaval sem feriado divide opiniões, mas campo-grandenses sentem falta dos 'dias de descanso'

O cenário muda para vendedores, que encontram oportunidade de lucrar com o Centro aberto
| 20/02/2022
- 14:57
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Foto: Leonardo de França/Midiamax)

A semana do carnaval está próxima e a rotina do campo-grandense deve seguir normalmente. Sem festas públicas e com o comércio funcionando, muitos sentirão saudades daqueles dias de descanso durante a data festiva.

Em Campo Grande, as pessoas se dividem sobre a falta do 'feriado’. Com o centro aberto, muitos deverão trabalhar, como é o caso do marido de Simone dos Santos, de 36 anos. Ela conta que os dias de feriado eram usados para aproveitar a família e descansar, por isso não precisou se preocupar em mudar viagens ou visitar parentes.

“Mas era melhor os dias de né! Todo mundo ficava em casa”, comentou. Já Vinícius Maia, de 23 anos, é mais incisivo e acredita que o cenário é um tanto hipócrita. “Não vai ter festa, mas pode ter show. Casos de covid-19 aumentando e o comércio aberto”, comentou. “Soa de forma hipócrita”, finalizou.

Enquanto alguns defendem a realização do Carnaval ou o feriado, outros abrem um sorriso ao falar sobre o cancelamento. “Odeio carnaval. Não me importo de abrir tudo, até prefiro, assim parece que a data nem existe”, comentou em tom de brincadeira. Por motivos diferentes, Marcelino Rocha, de 63 anos, também vê com bons olhos o cancelamento do feriado. O já quase aposentado trabalha como vendedor ambulante no Centro de Campo Grande e acredita que o comércio aberto vai ajudar nos lucros.

“Para nós, será bom sem feriado. Quando fechava tudo eu não conseguia trabalhar, não tinha movimento. Esse ano vou conseguir vender”, comentou. Logo ao lado, a também vendedora Suelene Viana, de 53 anos, refutou as falas do colega e afirma que a não realização do carnaval prejudica suas vendas. “Quando tem festa, eu vendo muito nos locais”, explicou.

Ponto facultativo

Somente a Prefeitura de Campo Grande anunciou que não vai decretar ponto facultativo durante o período de Carnaval, previsto para o intervalo de 28 de fevereiro a 1º de março de 2022. Segundo comunicado, os servidores devem trabalhar normalmente.

O Governo do Estado publicou, no início do ano, o calendário de feriados e pontos facultativos, que incluem os dias da semana de carnaval. Dessa forma, as repartições, como secretarias e Detran-MS, por exemplo, não vão funcionar no dia 28 de fevereiro, 1º de março e o período da manhã de 2 de março.

O ponto facultativo segue o mesmo para as seguintes repartições:

TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul)

  • 28 de fevereiro, 1º de março e 2 de março

MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul)

  • 28 de fevereiro, 1º de março e 2 de março

TRT (Tribunal Regional do Trabalho)

  • 28 de fevereiro, 1º de março

MPT (Ministério Público do Trabalho)

  • 28 de fevereiro, 1º de março e 2 de março

Vale lembrar que, ainda em outubro de 2021, o prefeito (PSD) anunciou que Campo Grande não terá Carnaval de rua.

Veja também

Últimas notícias