Campanha do Agasalho de Campo Grande encera com doação de 45 mil peças

Campanha durou cerca de 60 dias e deve doar peças para pessoas carentes
| 01/08/2022
- 12:38
agasalho
Agasalhos doados (Foto: Divulgação/PMCG)

A Campanha do Agasalho deste ano encerrou, no último domingo (31), com 45 mil peças de roupas e cobertores, que serão destinados para carentes de Campo Grande. O número superou a expectativa da FAC (Fundo de Apoio à Comunidade), que espera arrecadar 30 mil peças.

A 6ª edição durou cerca de 60 dias, cujas doações passaram por triagem, sendo separadas por tamanho e sexo. Segundo a Prefeitura Municipal, as entregas foram realizadas nas 7 regiões da Capital e nos 2 distritos. Mais de 350 comunidades, lideranças e representantes comunitários, associações, entidades filantrópicas, projetos sociais, assentamentos e comunidade quilombola foram beneficiadas com o montante arrecadado.

“É gratificante ver a participação das pessoas em cada que realizamos. O campo-grandense é solidário e muito participativo. Que Deus abençoe a vida de cada um que doou e ajudou a aquecer uma vida”, destaca Rosely Nascimento, coordenadora geral do FAC.

Durante a campanha contou com a mobilização de grandes artistas como Luan Santana, Michel Teló, Maria Cecília e Rodolfo e o Grupo Tradição, que doaram violões autografado para serem sorteados entre os participantes da campanha. Também apoiaram a campanha os artistas regionais Munhoz e Mariano, João Carreiro e Karina Marques.

Neste ano, os pontos de coleta foram distribuídos nas secretarias municipais, os Shoppings Campo Grande, Bosque dos Ipês, Norte Sul Plaza e Pátio Avenida, mais de 36 pontos de coleta distribuídos pela capital.

Vale lembrar que quem não conseguiu doar e ainda quiser participar, o FAC recebe doações durante o ano todo. Tudo que estiver em boas condições de uso como roupas, calçados, eletrodomésticos, móveis pode ser entregue diretamente no prédio do FAC, localizado na Avenida Fabio Zahran, 6000, Vila Carvalho, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

Mais informações pelo telefone e Whatsapp 2020-1361.

Veja também

A fumaça, alta e preta, chamou a atenção de muitas pessoas.

Últimas notícias