Auxílio caminhoneiro de R$ 1 mil não enche nem meio tanque e desagrada motoristas em MS

Benefício começa a ser pago dia 9 de agosto e 19 mil caminhoneiros devem receber em MS
| 06/08/2022
- 07:44
Auxílio caminhoneiro de R$ 1 mil não enche nem meio tanque e desagrada motoristas em MS
Trabalhadores autônomos vão receber o benefício. (Foto: Stephanie Dias/Arquivo Jornal Midiamax)

Na terça-feira (9) começa a ser pago o auxílio caminhoneiro pelo Governo Federal. A previsão é que 19 mil caminhoneiros sejam beneficiados em Mato Grosso do Sul, com seis parcelas de R$ 1 mil cada. Com o valor é possível comprar 140 litros de a R$ 7,10, o equivalente a menos de meio tanque de um caminhão pequeno.

O benefício temporário vai de julho a dezembro, sendo que neste primeiro pagamento, cada caminhoneiro autônomo vai receber R$ 2 mil, referente aos dois primeiros meses. De acordo com Osny Belinati, presidente do Sindicam/MS (Sindicato dos Caminhoneiros de MS), a medida é benéfica, mas aquém da necessidade do setor.

O preço do diesel passa dos R$ 7 em Mato Grosso do Sul, o que onera principalmente a margem de lucro dos caminhoneiros. Com o anúncio da Petrobras na quinta-feira (4) de redução de R$ 0,20 no preço de venda às distribuidoras, o preço do litro caiu em média R$ 0,15.

No posto Ideal, no rodoanel, o diesel comum custava R$ 7,28 e baixou para R$ 7,10, já o diesel S10 que custava R$ 7,49 foi para R$ 7,33 com o anúncio. O motorista Volnei Vicente, de 55 anos, é do Rio Grande do Sul e veio para o Estado transportar grãos. O caminhão dele tem tanque de 900 litros e para encher custa R$ 6,3 mil. “Está muito difícil, mas pobre não para. Esse dinheiro não resolve nada, mas ajuda em algumas despesas”, afirma.

Já Neir Silveiro, de 58 anos, é de São Paulo e transporta qualquer tipo de carga. O caminhão dele tem tanque de 500 litros e com o litro a R$ 7,10 ele gasta R$ 3,5 mil para encher. “O caminhão faz dois quilômetros com um litro de diesel. Hoje nós trabalhamos em troca de arroz e feijão”, afirma o caminhoneiro autônomo.

Conta alta

O valor para encher um tanque de caminhão varia principalmente de acordo com o modelo do veículo. Conforme levantamento do Auto Papo são muitas variáveis, mas é possível considerar um modelo Volvo FH 540, o mais vendido no Brasil na categoria pesado. Com eixos de 3.000 mm, o caminhão tem tanques duplos de 285 + 210 litros, somando 495 litros.

Nesse caso, encher o tanque custaria R$ 3,5 mil com o diesel a R$ 7,10. O modelo com eixos de 3.600 mm, tanques duplos de 490 + 490 litros, soma 980 litros. Dessa forma, completar o tanque chega a custar quase R$ 7 mil.

Quem tem direito

O auxílio caminhoneiro será pago a transportadores de carga autônomos com cadastro atualizado no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR-C) da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) até 31 de maio de 2022. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o CPF devem estar válidos e o benefício é para a pessoa, independentemente da quantidade de veículos que possuir.

O benefício será pago em Conta Social Digital da Caixa Econômica Federal e o dinheiro vai poder ser movimentado pela aplicativo Caixa Tem. Para quem ainda não tiver uma conta, a Caixa vai criar uma de forma automática, assim como foi com o auxílio emergencial.

Veja também

No total, há 34,01 milhões de casos e 679.996 óbitos pela doença

Últimas notícias