A presença obrigatória de um profissional da área de fisioterapia nas maternidades públicas e privadas de Dourados é alvo da audiência pública nesta quinta-feira (10), das 13h às 17h, na Câmara Municipal de Dourados.

A proposta foi apresentada pelo vereador e líder de governo, Sergio Nogueira (PSDB), e tem como foco o debate do Projeto de Lei nº 906/2022, em tramitação na Câmara Federal, que torna obrigatória nas maternidades que realizam pelo menos mil partos por ano.

“Isso está em discussão em Brasília, mas vamos repercutir em nosso município para colhermos informações e subsidiar os deputados federais que deverão votar essa proposta”, justifica o vereador tucano.

A proposta prevê que os profissionais devem estar disponíveis para assistência às pacientes 24 horas por dia, todos os dias da semana. “Essa é uma reivindicação da categoria, mas é necessário destacar que a atuação dos fisioterapeutas é crucial quando associada à redução do tempo de trabalho de parto e das complicações”, explica o parlamentar.

Atualmente, o Ministério da Saúde já exige fisioterapeutas em tempo integral nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) neonatais, ou seja, aquelas voltadas para o atendimento hospitalar do recém-nascido grave ou com risco de morte.