Após protesto por preço, restaurantes universitários da UFMS começam a funcionar nesta segunda

Em alguns casos, o valor da refeição pode chegar a R$ 15,00
| 04/04/2022
- 08:05
Após protesto por preço, restaurantes universitários da UFMS começam a funcionar nesta segunda
(Foto: Stephanie Dias/ Jornal Midiamax)

Mesmo após as reclamações e até um protesto realizado por estudantes da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) em relação aos preços das refeições no RU (Restaurante Universitário), que sofreu reajuste e pode chegar a R$ 15,00 em alguns casos, o restaurante abre nesta segunda-feira (4) sem nenhuma alteração.

Os alunos vulneráveis, que possuem renda per capita de até 1,5 salário mínimo, o que os tornam elegíveis ao CadÚnico do Governo Federal, devem fazer o cadastro no formulário-RU disponível no seguinte link: https://proaes.ufms.br/acesso-ao-ru/.

Os demais estudantes não vulneráveis, bem como servidores, colaboradores e comunidade externa não têm direito ao subsídio e pagam o valor integral cobrado pela empresa licitada, que prestará os no restaurante. Segundo a IN n. 18, os valores integrais serão: na Cidade Universitária, R$ 15,01; em Três Lagoas, R$ 13,48; em Corumbá, R$ 13,61; e em Aquidauana, R$ 15,51.

Confira tabela com valores:

Tabela RU - Após protesto por preço, restaurantes universitários da UFMS começam a funcionar nesta segunda

De acordo com o perfil do estudante da UFMS, 83,7% dos alunos de Campo Grande, Aquidauana, Corumbá e Três Lagoas possuem renda per capita de até 1,5 salário mínimo, o que os tornam elegíveis ao CadÚnico do Governo Federal e possibilitará o acesso subsidiado aos restaurantes universitários, com valor de almoço ou de R$ 3,00.

O RU da Cidade Universitária tem capacidade para servir 3.500 refeições por período, e atenderá das 10h30 às 14h, de segunda a sábado, para o almoço, e das 17h30 às 20h, para o jantar, de segunda a sexta-feira.

Veja também

Com greve de motoristas descartada, ônibus devem circular normalmente nesta quinta

Últimas notícias