Após greve de quase um mês, Dourados ajusta calendário de reposição de aulas da Reme

Segundo a Semed, cronograma da Reme prevê 200 dias letivos
| 07/04/2022
- 08:28
Após greve de quase um mês, Dourados ajusta calendário de reposição de aulas da Reme
Alunos da reme, durante volta às em Dourados (Foto: Leandro Silva)

Com o fim da greve dos professores da Reme (Rede Municipal de Ensino), que durou 23 dias, gestores e professores municipais de preparam cronograma de reposição de aulas nas escolas municipais. A Informação é da Semed (Secretaria Municipal de Educação).

Conforme a Semed, preocupação agora é garantir a reposição dos dias letivos, para que os alunos da Reme não sejam prejudicados. Segundo a secretária municipal de Educação, Ana Paula Benitez Fernandes, cada unidade escolar tem seu calendário que deve ser aprovado pelos supervisores técnicos.

“É direito do fazer a greve, porém é direito dos alunos ter 200 dias letivos durante o ano. Então, essas aulas precisam ser repostas. Por exemplo, na quinta-feira (14) não teria aula, então pode haver reposição”, explica a secretária.

O calendário deve ser previamente alterado e entregue na supervisão técnica para avaliação, sendo validado pelo supervisor técnico iniciam as reposições. E as aulas devem acontecer em horário normal. “Os pais precisam procurar a direção da escola ou Ceim para saber as datas da reposição e levar seus filhos para garantir o direito das crianças”, orienta Ana Paula.

Veja também

Candidatos aprovados também participam de cerimônia de juramento

Últimas notícias