Após fim da greve, professores e prefeitura têm nova rodada de negociação em Dourados

Reunião acontece no Centro Administrativo Municipal
| 13/04/2022
- 09:17
Após fim da greve, professores e prefeitura têm nova rodada de negociação em Dourados
Manifestação de professores em frente à prefeitura (Foto: Marcos Morandi)

Professores e representantes da administração municipal de se reúnem nesta quarta-feira (13), às 10h, para retomar as negociações de reajuste salarial. Este é primeiro encontro entre o Simted (Sindicato dos Trabalhadores da de Dourados) e a prefeitura desde que a greve de 23 dias foi suspensa pela categoria.

Segundo nota divulgada pelo Simted, o sindicato se prepara para mais uma reunião de negociação salarial com o Governo Municipal de Dourados-MS, enquanto aguarda o processo de mediação determinado pelo Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul.

A comissão de negociação do sindicato é composta por membros da diretoria e demais educadores e educadoras do magistério e do administrativo educacional eleitos como representantes pela categoria em assembleia.

Ainda segundo a entidade, enquanto aguardam a audiência de mediação da greve decidida, no último dia 8 de abril, pelo Desembargador Ruy Celso Barbosa Florence, os trabalhadores e trabalhadoras em educação da Rede Municipal de Ensino de Dourados seguem mobilizados na luta pelo cumprimento da Lei Nacional do Piso do Magistério e valorização do administrativo educacional.

No último domingo (10), a categoria promoveu uma atividade cultural da educação, com poesia e música, recebendo apoio popular e debatendo com a população de Dourados o processo de retomada da Cidade Educadora. Nesta segunda-feira (11), os educadores também estiveram na Câmara Municipal cobrando dos parlamentares uma posição a respeito dos problemas enfrentados pela Rede Municipal de Ensino.

O presidente do Simted, professor Thiago Coelho, espera que a reunião agendada e a audiência de mediação a ser marcada possam promover avanço na negociação salarial em andamento. "São oportunidades para que a gestão possa assegurar e garantir o direito dos trabalhadores e trabalhadoras a uma valorização profissional que é base para uma educação de qualidade em nossa cidade", disse.

Fórum de negociação

A respeito da cobrança dos professores e diante das críticas disparadas na tribuna da Câmara Municipal de Vereadores, a Prefeitura de Dourados reafirmou à reportagem do Midiamax que em nenhum momento se omitiu das negociações e fez várias reuniões com os professores.

Ainda segundo a administração municipal, várias reivindicações da categoria foram atendidas na mesa de negociação. Entre elas, “a de chegar ao piso nacional de 40 horas semanais durante o ano, empregando índice de 18% num único ano”.

Além disso, o Executivo afirma ter assumido o compromisso de criar um Fórum Permanente de Negociação e propôs criar, até maio deste ano, um projeto de lei para construir o piso de 20 horas, que era a principal reivindicação na mesa de negociações.

Reposição

Por meio da Semed (Secretaria Municipal de Educação), a prefeitura de Dourados informou que está organizando a reposição das aulas das escolas municipais por conta do movimento de paralisação na cidade. Nesta terça-feira (12), a secretária de educação, Ana Paula Benitez Fernandes, esteve com as responsáveis do Departamento de Supervisão Técnica e do setor de transporte escolar.

Ainda de acordo com a secretária, não existe um calendário unificado para as unidades escolares. “Agora serão 85 calendários adaptados, cada um de acordo com a sua unidade. Temos escolas que não vão precisar mexer porque não suspenderam as aulas nenhum dia, então não tem nada para repor, e segue o calendário normal”, explicou Ana Paula.

Veja também

Últimas notícias