Após dois anos, centrais sindicais e organizações de MS farão atos e celebrações ao Dia do Trabalhador

| 29/04/2022
- 10:23
Após dois anos, centrais sindicais e organizações de MS farão atos e celebrações ao Dia do Trabalhador
(Foto: Divulgação/CUT-MS)

Após dois anos sem grandes protestos e movimentos trabalhistas em alusão ao Dia do Trabalhador, por conta da pandemia, centrais sindicais e movimentos sociais irão se reunir para celebrar a data, com direito a atrações, atendimento de , almoço e arrecadação de alimentos, no Jardim Tijuca, em Campo Grande, no próximo sábado (30).

A CUT-MS (Central Única dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul) divulgou em suas redes sociais a chamada para o evento, marcado para as 9h, na Avenida Dinamarca, nº 1100.

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em de MS) realiza uma carreata de caráter solidário, arrecadando cestas básicas a serem distribuídas a famílias desempregadas.

“A população vive em emergência num país liderado por um Governo da injustiça e que não pensa no povo brasileiro. Através de apresentações culturais e informativas os idealizadores do evento querem dialogar com a população do bairro Verdes Mares e região sobre temas importantes entre eles: A importância do voto consciente, saúde e principalmente sobre a urgência de eleger um governo que represente a classe trabalhadora e entenda as reais necessidades da população brasileira”, explica a CUT-MS.

Também estão previstas no evento apresentações musicais, teatrais, orientação de saúde bucal e de retirada de título de eleitor. A organização afirma que devido à disparada no preço dos alimentos, ao desemprego e ao aumento na miséria — desafios que a população enfrenta — o evento vai ser finalizado com um almoço.

cut movimento 1 - Após dois anos, centrais sindicais e organizações de MS farão atos e celebrações ao Dia do Trabalhador
(Divulgação-CUT-MS)

Veja também

Moradores presenciaram acidentem e relatam perigo em estrada vicinal

Últimas notícias