Abril começa com tempo fechado, mas temperaturas sobem no fim de semana

Frente fria deixou tempo instável e choveu mais de 50 mm em algumas regiões de Campo Grande
| 01/04/2022
- 08:13
Abril começa com tempo fechado, mas temperaturas sobem no fim de semana
Fim de semana começa com tempo instável, mas temperatura entre em elevação. (Foto: Henrique Arakaki).

O primeiro dia de abril vai ser de tempo instável em Mato Grosso do Sul.  A que chegou ao Estado na quinta-feira (31), deixou o tempo chuvoso e trouxe o primeiro frio do ano. De acordo com o meteorologista Natálio Abrão, algumas regiões de Campo Grande já acumulam mais de 50 milímetros de precipitação.

  • Vila Santa Luzia: 52,0 milímetros
  • Jd Panamá: 43,0 milímetros
  • Universitário: 50,0 milímetros
  • Carandá Bosque: 41,0 milímetros
  • Embrapa: 27,6 milímetros

Nesta sexta-feira (1º), a frente fria continua atuando no Estado e o tempo segue instável, nublado e com probabilidade para chuvas de intensidade fraca à moderada, principalmente na região centro-norte e nordeste.

A boa notícia para quem não gosta deste tempo é que o frio não deve permanecer por muitos dias. O fim de semana começa com tempo instável, mas deve ter temperatura em elevação e tempo firme, conforme informações do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do ).

No sábado (2), a tendência é de tempo estável em grande parte de Mato Grosso do Sul, exceto nas regiões centro-norte e nordeste, onde ainda há chance de pancadas de chuvas isoladas.

Ainda segundo a previsão do Cemtec, a madrugada de sábado pode registrar temperaturas mínimas entre 15ºC e 17ºC para as regiões sudoeste e pantaneira, 20°C e 22ºC para a região leste, 16ºC e18ºC para a região norte e na Capital mínimas entre 16ºC e 18ºC. Durante a tarde, as temperaturas já começam a subir e as máximas ficam em torno de 30°C.

No domingo (3), a previsão é de tempo firme em todas as áreas do Estado e tanto mínimas quanto as máximas estarão em elevação. Em Campo Grande, o dia tem mínima de 20°C e máxima de 31°C.

Veja também

Nove indígenas foram para o hospital da região e outros não procuraram ajuda médica por medo

Últimas notícias