Cotidiano

Trânsito na Rua Brilhante em cruzamento com Salim Maluf é liberado temporariamente

Obra de drenagem estava sendo realizada desde domingo (16)

Mariane Chianezi Publicado em 18/05/2021, às 18h35 - Atualizado às 18h35

None
Foto: Denilson Secreta/PMCG

Foi liberado na tarde desta terça-feira (18), de forma provisória, o trânsito no cruzamento da Rua Brilhante com a Salim Maluf, onde desde domingo (16) estava sendo executada a travessia da drenagem. A empreiteira refez o aterro, colocou a base e garantiu condições de trafegabilidade até que seja refeito o pavimento, provavelmente no próximo sábado.

Segundo engenheiros da Secretaria de Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, nos próximos três dias a empreiteira vai fazer alguns serviços complementares de drenagem, um poço de visita e ramais de conexão da drenagem com as bocas de lobo  perto do cruzamento

Desde o mês passado está sendo executada uma rede de drenagem na Rua Salim Maluf, que se estenderá  por 1km, desde a Avenida Bandeirantes , terá um ramal até o meio da quadra da Marechal Floriano e vai ultrapassar a Avenida Joaquim Dornelas.

A drenagem na Rua Salim Maluf (com tubos de um metro de diâmetro) vai eliminar três  pontos de alagamento.  A intervenção foi inserida no projeto de recapeamento da Avenida Bandeirantes, corredor sudoeste do transporte coletivo, ligação do Terminal Bandeirantes com o Centro da cidade. Está sendo investido o saldo do contrato de recapeamento da Bandeirantes, com o aval da Caixa Econômica Federal, agente do projeto de mobilidade urbana.

Segundo o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, esta drenagem, além de bocas de lobo,  vai captar a enxurrada que desce pela Rua Salim Maluf, desde a Avenida Tiradentes para desaguar nas galerias da Bandeirantes. A drenagem vai eliminar um ponto de alagamento que surgiu na Brilhante (perto de uma seringueira), na quadra entre as ruas Salim Maluf e Vicente Solaris. Também será escoada a enxurrada que hoje empoça num trecho da Rua Marechal Floriano.

O problema apareceu (mesmo com a drenagem e bocas de lobo) desde o recapeamento da Brilhante que, junto com a Guia Lopes e a Avenida Marechal Deodoro (onde está em andamento o recapeamento) formam o trecho centro/bairro do corredor sudoeste, ligação com os terminais Bandeirantes e Aero Rancho.

“Com o recapeamento da Brilhante, a pista ficou aproximadamente 10 centímetros mais alta. Assim, a enxurrada que antes descia pela Salim Maluf acaba acumulando no trecho onde a topografia forma uma espécie de bacia”, explica o superintendente de Obras da Sisep, Francisco.

Jornal Midiamax