Cotidiano

Trabalhadores da educação já podem se cadastrar para vacinação contra a covid-19

Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação

Diego Alves Publicado em 15/04/2021, às 20h34

Assessoria
Assessoria

A Prefeitura de Campo Grande liberou o cadastro para trabalhadores da educação no sistema de identificação prévia para vacinação contra a covid-19, nesta quinta-feira (15).


De acordo com a administração municipal, a vacinação deste público ainda não tem data definida, assim como a de pessoas com idade entre 55 a 59 anos, grávidas a partir de 12 semanas de gestão e puérperas até 45 dias pós parto, que tiveram perfis para cadastro liberados recentemente no sistema.


O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNI) classifica dentro do público: “trabalhadores da educação”, todos os professores e funcionários das escolas públicas e privadas do ensino básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio,
profissionalizantes e EJA) e do ensino superior.


Como se cadastrar?


O acesso é feito pelo endereço web vacina.campogrande.ms.gov.br, através de qualquer dispositivo que esteja conectado à internet. É necessário escolher o menu “primeiro acesso” e, posteriormente, selecionar o perfil indicado e clicar em continuar. A pessoas deverá preencher um formulário com dados pessoais e obrigatórios exigidos pelo Ministério da Saúde.


Antes de finalizar a identificação, a pessoa deverá enviar pelo sistema os documentos de identificação obrigatórios para a vacinação (carteira de conselho da categoria; e/ou documento com foto; e/ou documento de vínculo empregatício; dentre outros);


Finalizada a identificação, a pessoa poderá se dirigir até os locais de vacinação referenciar, e informar aos responsáveis nesses locais que já realizou a identificação pelo sistema.


Em um segundo momento e conforme a logística de distribuição das vacinas, será informado, através desse sistema, a data e o local de vacinação da pessoa já identificada, como forma de diminuir as filas e o tempo de permanência nesses locais, evitando aglomerações.


A identificação pelo sistema não é obrigatória, quem não conseguir preencher os dados online poderá se dirigir aos locais de vacinação tendo em mãos os documentos obrigatórios de identificação. (Informações da assessoria)

Jornal Midiamax