Cotidiano

Tempo seco: Campo Grande registra 7% de umidade relativa do ar

51 cidades em Mato Grosso do Sul estão com umidade abaixo de 20%

Lucas Mamédio Publicado em 22/07/2021, às 16h38

None
(Foto: Marcos Ermínio)

Que o tempo está seco, todo mundo já deve ter percebido, mas quando vemos os números da umidade, assuta. Segundo o metereologista Natálio Abraão Filho, Campo Grande atingiu 7% de umidade relativa do ar nesta quinta-feira (22), a cidade com registro mais baixo junto de Ribas do Rio Pardo, que marcou os mesmos 7%.

Esse é o segundo dia consecutivo que a Capital registra números abaixo dos 10%, sendo 9% nesta quarta (21) e 13% na terça (20)

Outras 51 cidades em Mato Grosso do Sul estão com umidade abaixo de 20%, sendo três abaixo de 10%, o que caracteriza, segundo o especialista, emergência hídrica.

[Colocar ALT]
Tabela com as umidades mais baixas em MS resgistradas por Natálio

De acordo com a coordenadora de outro instituto, o Cemtec, Valesca Fernandes, a perspectiva é de continuidade desses valores baixos para os próximos dias. “A tendência ainda é de umidade em valores críticos, entre 20-30%, porém um pouco melhores do que tem sido observado nos últimos dias. Pelo menos até o dia 26 de julho, poderemos observar estes valores críticos, principalmente na região leste do estado. Entre os dias 26 e 28 de julho, os modelos meteorológicos indicam a aproximação de uma frente fria que pode influenciar no clima em Mato Grosso do Sul”, explica a doutora em meteorologia.

As condições de tempo para esta quinta-feira (22), em Mato Grosso do Sul, são de tempo firme em todas as regiões. Uma massa de ar seco segue predominando e impedindo a formação de nuvens. O sol brilha forte durante todo o período, e, embora o dia comece com temperaturas amenas, ao longo do dia as temperaturas terão rápida elevação.

Jornal Midiamax