Cotidiano

Semana começa com 102,5% dos leitos UTI para covid ocupados nos hospitais de MS

Sem vagas, 31 pacientes já foram transferidos para outros estados

Gabriel Maymone Publicado em 14/06/2021, às 09h39

Paciente com covid intubado no HRMS
Paciente com covid intubado no HRMS - Divulgação / HRMS

Mato Grosso do Sul inicia esta segunda-feira (14) com 102,5% dos leitos UTI ( Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com covid ocupados. O Jornal Midiamax acompanha os índices diariamente pelo painel Mais Saúde, da SES (Secretaria Estadual de Saúde).

Desde o início de junho, devido à superlotação dos hospitais, MS já transferiu 31 pacientes para UTIs em outros estados e, mesmo assim, continua com uma das maiores filas de espera por vaga em hospitais do país.

Situação por região

Em Campo Grande, a taxa de ocupação chega a 100% nesta segunda-feira, ou seja, não tem vagas em UTIs disponíveis. No HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) - referência do SUS para tratamento de covid em MS, todos os leitos críticos estão ocupados. Além disso, outros 7 pacientes estão em pontos extras instalados na área vermelha do hospital.

O município que mais enviou pacientes para outros estados, Dourados, tem a ocupação de leitos para pacientes em estado grave com covid em 100% nesta segunda. Em situação um pouco melhor está Três Lagoas, com ocupação de 97%. Corumbá, Naviraí, Sidrolândia e Ponta Porã estão sem leitos UTI disponíveis para pacientes com covid. 

Jornal Midiamax