Cotidiano

Sem ter o que comer, sul-mato-grossenses fazem apelo na internet e criam onda de solidariedade

Pandemia faz emprego sumir e fome aumentar nos quatro cantos do Estado

Aliny Mary Dias Publicado em 14/04/2021, às 17h20

Geladeira vazia tira o sono de moradores em todo o Estado
Geladeira vazia tira o sono de moradores em todo o Estado - Foto: Reprodução

A crise financeira que toma conta do Brasil por conta da pandemia do coronavírus é responsável por tirar o sono de muitos brasileiros todos os dias. Sem emprego e com auxílio ínfimo do poder público, muitos sul-mato-grossenses têm encarado a fome de frente. Em meio ao desespero, muitos vão para as redes sociais pedir ajuda e a solidaridade ainda é capaz de surpreender.

No mês passado, o Jornal Midiamax mostrou a realidade da insegurança alimentar pela qual muitas famílias passam desde o ano passado. Com o agravamento da crise sanitária, recolocação no mercado é cada vez mais difícil. Várias Ongs (Organizações Não Governamentais) vivem o acúmulo de pedidos de ajuda e a diminuição das doações.

Quando os pedidos de ajuda não são feitos para instituições, muitos decidem recorrer à internet para ter o que comer. Nessas horas, o Facebook tem sido uma saída. Nesta quarta-feira (14), postagem em um grupo de Campo Grande que possui mais de 200 mil membros chamou atenção e estimulou a solidariedade.

Morador de Nova Andradina, jovem fez apelo para trocar serviço de pintura por comida. O alimento, nesse caso, era uma lata de leite em pó, para dar ao filho pequeno, e também um pacote de fraldas. No pedido, o jovem ainda pede que não seja criticado pelos internautas, já que com problemas de saúde da esposa, é o único responsável pelo sustento do lar.

A resposta foi imediata, muitos campo-grandenses, apesar da distância imposta pela cidade onde o rapaz vive, se dispuseram a ajudar. Mais de 1 mil comentários em poucas horas demonstraram a solidariedade aflorada de quem, mesmo com pouco, tem empatia e amor ao próximo para garantir um dia sem fome na vida de quem precisa.

[Colocar ALT]
Em grupo no Facebook, jovem pediu ajuda e comoveu moradores

Quer ajudar?

Se você quer ajudar quem passa por necessidade e não sabe como, uma boa alternativa são igrejas, que apesar da pandemia, mantêm ações sociais para auxiliar quem precisa.

Mas se você prefere fazer uma doação mais direcionada, confira opções de Ongs que têm focado seus trabalhos na segurança alimentar:

  • Instituto Maná do Céu 

PIX:contato@manadoceu.org.br

Site: https://manadoceu.org.br/

  • Associação Amigos de Maria

Banco do Brasil: agência 5807-6 / conta 267-4 /CNPJ: 10.452.750/0001-58

PIX: 10542750000158

Caixa Econômica Federal: agência 0017 / conta 2071-8 / operação 003

Instagram: @assocamigosdemariams

Telefone: (67) 3344-0846

Site: www.amigosdemaria.com.br

Endereço: Avenida Indianápolis, 2020 – Jardim Noroeste

  • Mãos que ajudam

https://www.facebook.com/MaosqueAjudamRegiaoCuiaba

Jornal Midiamax