Cotidiano

Secretários municipais de saúde de MS pedem que Governo adote Passaporte da Vacina

Instituição que representa secretarias, o Cosems, usa como argumento situação de outros países e aglomeração de fim de ano

Lucas Mamédio Publicado em 02/12/2021, às 18h25

None
(Foto: Divulgação)

O Cosems (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde) pediu ao Governo do Estado por meio de um ofício, que Mato Grosso do Sul adote chamado Passaporte da Vacina, documento de comprovação de vacinação usado para entrar em locais fechados e/ou eventos específicos.

"A batalha que a Europa está enfrentando no momento é uma “chamada de alerta” para o resto do mundo. Temos que adotar medidas o mais rápido possível para evitar que isto aconteça no Brasil. A efetividade da vacina está mais que comprovada, vemos que os países com menores índices de vacinação são os que possuem mais casos. A adoção do passaporte da vacina é uma medida que irá fazer com que as pessoas completem o ciclo vacinal”, diz Rogério Leite, presidente do Cosems

No ofício enviado ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) o Cosems elenca uma série de dificuldades que países da Europa estão passando com aumento de casos e também alega que as festas de fim de ano e as aglomerações decorrentes dessa festa podem contribuir para o retorno de casos em Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax