Prefeitura inicia estudo para disponibilizar microcrédito para micro e pequenas empresas

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por intermédio da Funsat (Fundação Social do Trabalho), iniciou estudos para implantação do microcrédito na Capital, nesta sexta-feira (08). O projeto prevê a viabilização de microcrédito para micro e pequenas empresas, através de um fundo de aval, em parceria com instituições financeiras e fomento empresarial. A expectativa é de […]
| 08/01/2021
- 16:32
Prefeitura inicia estudo para disponibilizar microcrédito para micro e pequenas empresas
(Foto: Divulgação / Prefeitura de Campo Grande) - (Foto: Divulgação / Prefeitura de Campo Grande)

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por intermédio da Funsat (Fundação Social do Trabalho), iniciou estudos para implantação do microcrédito na Capital, nesta sexta-feira (08). O projeto prevê a viabilização de microcrédito para micro e pequenas empresas, através de um fundo de aval, em parceria com instituições financeiras e fomento empresarial. A expectativa é de que o fundo ajude os empresários e, consequentemente, gere mais emprego na Capital.

A Funsat vai continuar investindo na parceria com empresas para viabilizar novas vagas de emprego em Campo Grande. Um dos caminhos é o Programa Funsat Itinerante, que terá novas ações, levando os serviços da Prefeitura para os bairros, ampliando o acesso às oportunidades.

A Prefeitura realizou algumas mudanças no Funsat Itinerante. Nos anos anteriores, a Funsat levava a ação para eventos realizados por parceiros. Em 2020, a ação passou a ser realizada 100% pela Fundação, com a ajuda de outras secretarias e parceiros (SAS, , Procon/CG, GCM, Junta Militar, Sedesc, Sebrae).

O Programa de Inclusão Social (PROINC) e o Núcleo de Ação Produtiva (NIPS) levaram oportunidade a 3.400 trabalhadores desempregados e em situação de vulnerabilidade social e econômica, sem ou pouca qualificação profissional, baixa escolaridade, mulheres vítimas de violência doméstica, egressos do sistema prisional e adolescentes aprendizes, em sua maioria cumprindo medidas socioeducativas e demais faixas etárias em suas diversas especificidades.

Políticas para vítimas de violência doméstica

A Funsat, em parceria com a Subsecretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, também está dando oportunidade a vítimas de violência doméstica, realizando um atendimento diferenciado e prioritário, com entrevista qualificada e orientações pertinentes aos requisitos atualmente exigidos pelo mercado formal de trabalho.

As mulheres são acolhidas pela equipe de Serviço Social, que realiza entrevista individual para avaliar o perfil sócio econômico e curricular. Em seguida, elas recebem orientações referentes à postura profissional, ética e a importância e necessidade da qualificação continuada. Estas mulheres são encaminhadas a uma das vagas oferecidas especialmente para que vítimas de violência, que estejam em situação de vulnerabilidade, tenham liberdade financeira.

A Funsat também oferece qualificação com a Escola de Educação Profissional, que realiza cursos para direcionar a população ao mercado de trabalho. Durante ao ano de 2020, a escola ofertou 31 (trinta e um) cursos on-line dentro do programa – FUNSAT EAD. Os cursos são totalmente on-line e oferecem capacitação e, em alguns casos, indicação ao mercado de trabalho.

Veja também

Nove indígenas foram para o hospital da região e outros não procuraram ajuda médica por medo

Últimas notícias