Cotidiano

Prefeito de Ponta Porã faz apelo para ampliar doses de vacinas contra Covid na fronteira

Hélio Peluffo (PSDB) divulgou vídeo pedindo mais vacinas  ao secretário estadual de Saúde

Marcos Morandi Publicado em 25/06/2021, às 10h24

Cidade de MS faz fronteira seca com o Paraguai
Cidade de MS faz fronteira seca com o Paraguai - Reprodução

Em vídeo publicado nas redes sociais nesta sexta-feira (25), o prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo (PSDB), faz um apelo ao secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, para que amplie o número de doses de vacinas contra a Covid-19 que são enviadas ao município que faz fronteira seca com o Paraguai.

“Temos muitos estudantes de medicina que moram em Ponta Porã, em Pedro Juan Caballero, e muitos trazem suas famílias para cá, montam negócios para custear seus estudos, e são brasileiros, com cartão SUS, por isso, faço um apelo ao secretário Geraldo para que amplie o quantitativo de doses enviadas à nossa cidade”, pediu.

Hélio também enfatizou que embora o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) contabiliza mais de 94 mil habitantes, a saúde municipal tem 120 mil cartões do SUS cadastrados, ou seja, é uma população muito maior.

“Vamos ser rigorosos com a aplicação de vacinas. Vamos imunizar quem realmente reside em Ponta Porã”, comentou Hélio, ao mencionar que o município está entre as cidades da fronteira de MS que farão parte de um estudo com o imunizante Janssem, de dose única.

Segundo a Prefeitura de Ponta Porã, a cidade deve reber 615 doses da Janssem, 1.530 da Coronavac, para aplicação da D1 e D2 (Primeira e Segunda Dose), além de 1.206 da Pfizer, também para uso da D1.

Jornal Midiamax