Cotidiano

Posso escolher qual vacina tomar? Saiba como funciona a vacinação contra Covid-19

Doses são aplicadas de acordo com os grupos e disponibilidade

Dândara Genelhú Publicado em 11/05/2021, às 15h59

Único público com limitação de opções é o das gestantes.
Único público com limitação de opções é o das gestantes. - Foto: Reprodução.

Muitas pessoas gostariam de escolher qual dose contra a Covid-19 tomar, seja pelo tempo de espera para segunda dose ou porque alguém conhecido indicou certo fabricante. No entanto, em meio a pandemia e escassez de vacinas no Brasil, não existe esta possibilidade.

Atualmente, Mato Grosso do Sul depende dos envios do Ministério da Saúde para ter vacinas contra a Covid-19. Assim, quando enviadas, as doses possuem orientações da Pasta.

Essas recomendações são publicadas pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), orientando os municípios no processo de vacinação. São definidos quais e quantas doses atendem cada grupo prioritário.

Assim, as vacinas são aplicadas de acordo com a disponibilidade e recomendação da SES. Em Campo Grande e outros municípios do Estado, a vacinação é específica apenas para as gestantes, após orientação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), para não utilização da Astrazeneca neste grupo.

Então, neste grupo a vacinação segue com o imunizante da Pfizer. “Esse público continua sendo vacinado em Campo Grande com a vacina da Pfizer, sendo a única disponível para primeira dose no momento, além da Astrazeneca”, disse a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), por nota.

Ao Jornal Midiamax, a Sesau explicou que os “demais públicos devem ser contemplados com a vacina que estiver disponível”. Assim, independente do ponto de vacinação, a imunização ocorre de acordo com o estoque.

Jornal Midiamax