Cotidiano

Porto Murtinho reduz toque de recolher, mas mantém ‘fecha tudo’ no fim de semana

Aos sábados, domingos e feriados, prefeitura decretou “Lei Seca”

Adriel Mattos Publicado em 09/06/2021, às 15h03

Vista aérea de Porto Murtinho
Vista aérea de Porto Murtinho - Foto: Edemir Rodrigues/Subcom-MS

A prefeitura de Porto Murtinho, cidade no sudoeste de Mato Grosso do Sul, reduziu o toque de recolher, mas manteve o fechamento de serviços considerados não essenciais aos fins de semana e feriados. O decreto foi publicado na edição desta quarta-feira (8) do Diário Oficial do município.

A partir de hoje, a restrição de circulação vale das 13h às 5h. Nos fins de semana, o recolhimento domiciliar é obrigatório durante todo o dia e à noite e é permitido apenas o funcionamento via delivery dos serviços de alimentação (restaurantes, padarias etc.), gás de cozinha, água potável, medicamentos, serviços médicos veterinários de caráter emergencial, mercados e congêneres.

As medidas foram estendidas até 21 de junho. Nos fins de semana, está vedada a venda de bebidas alcoólicas, assim como em feriados e pontos facultativos.

Além disso, o comércio deve observar normas de biossegurança como distanciamento de 1,5m e limitação do atendimento a 30% da capacidade. Academias podem abrir para atender 50% do público máximo.

Salões de beleza só podem atender uma pessoa por vez, com hora marcada. Hotéis, pousadas e estabelecimentos semelhantes só podem manter hóspedes permanentes ou viajantes que abastecem o comércio local. A entrada fica condicionada à apresentação de teste negativo para o novo coronavírus das últimas 72 horas.

Jornal Midiamax