Cotidiano

PMA de Bataguassu autua empresa de Mato Grosso em R$ 11 mil por transporte ilegal de madeira

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bataguassu autuou uma empresa em mais de R$ 11 mil por transporte ilegal de madeira. A guarnição ambiental foi acionada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), após abordagem de um caminhão Mercedes Benz tractor, no posto da PRF, nesta terça-feira (02). O veículo deslocava-se da cidade de Guarantã do Norte […]

Ranziel Oliveira Publicado em 03/02/2021, às 12h46

Carga de madeira apreendida (Foto: Divulgação / PMA)
Carga de madeira apreendida (Foto: Divulgação / PMA) - Carga de madeira apreendida (Foto: Divulgação / PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bataguassu autuou uma empresa em mais de R$ 11 mil por transporte ilegal de madeira. A guarnição ambiental foi acionada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), após abordagem de um caminhão Mercedes Benz tractor, no posto da PRF, nesta terça-feira (02).

O veículo deslocava-se da cidade de Guarantã do Norte (MT), onde foi carregado para São Francisco do Sul (SC). O caminhão transportava madeira nativa serrada e o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento ambiental para o transporte e armazenamento de qualquer produto florestal estava vencido e ainda havia madeira acima do descrito na nota fiscal e no documento ambiental, o que se caracteriza como crime ambiental.

Os policiais efetuaram a avaliação do volume da madeira que totalizou 37,5 m³ e na nota fiscal constava 26,8 m³, caracterizando um excesso de 10,7 m³. O veículo e a madeira foram apreendidos e a empresa responsável, com domicílio jurídico em Guarantã do Norte (MT), foi autuada administrativamente em R$ 11.250,00. Os responsáveis pela empresa ainda poderão responder criminalmente com pena de detenção prevista de seis meses a um ano.

Jornal Midiamax