Cotidiano

Passageiros questionam fim de linha de ônibus que dá acesso a hospitais em Campo Grande

O Consórcio Guaicurus anunciou nesta terça-feira (18) que linha irá parar de circular

Mariane Chianezi e Ranziel Oliveira Publicado em 19/05/2021, às 16h04

Linha 050 irá parar de circular na próxima segunda-feira (24)
Linha 050 irá parar de circular na próxima segunda-feira (24) - Ranziel Oliveira | Midiamax

Após anunciar o corte da linha 050 (Hospitais-Centro) em Campo Grande para a próxima segunda-feira (24), o Consórcio Guaicurus foi motivo de questionamento dos passageiros nesta quarta-feira (19). Apontada como uma linha sem demanda pela empresa, os usuários afirmam que há controvérsia.

Conforme o consultor imobiliário, Leandro Medeiros, a namorada trabalha no bairro Chácara Cachoeira e o ônibus é a linha que a deixa na porta do trabalho. Com o corte, ela precisará descer em frente ao shopping na Avenida Afonso Pena e ir andando até a unidade.

“Vai prejudicar muito. É um absurdo. Ao invés de aumentarem a quantidade de ônibus, estão diminuindo. Vejo várias pessoas pegando [a linha], como não tem demanda?” questionou o morador.

Em ponto na Praça do Rádio Clube, Cosme Azuaga, de 64 anos, descia de um ônibus da linha 050 e disse à reportagem que enfrenta dificuldades com as linhas. “Dificulta muito mais. Já é precário a condução, é complicado. Dependo [de ônibus] para tudo. Para ir ao banco, médico.  Diminuir os ônibus aumenta o fluxo de gente”, disse.

O morador pontua que a Capital já retrocedeu com a retirada da quantidade de ônibus articulados das ruas durante a pandemia e que a população é a que mais sofre com o transporte. “Já tiraram os articulados porque alegaram que não tinha fluxo, mas não é o que parece quando pega ônibus”, comentou.

Edimar Souza, de 32 anos, disse que pega ônibus esporadicamente e que, sem a linha 050, o tempo de espera para outra linha alternativa será muito maior. “Ao invés de aumentar, vão tirar? O horário de pico fica lotado. Nesse momento que estamos vivendo, deveriam acrescentar. Fica uma controvérsia. Não pode aglomerar no comércio, mas nos pontos e ônibus pode”, diz office-boy.

Fim da linha 

Conhecida por ser de fácil acesso aos passageiros que precisam acessar os hospitais do Centro da cidade, a linha 050, chegará ao fim na próxima segunda-feira (24). Para suprir a ausência da linha, que estaria tendo baixa procura, os passageiros poderão recorrer a outros itinerários.

Confira a lista:

Linha 051 - Av. Afonso Pena entre a Praça Ary Coelho e o Shopping CG
Linha 056 - Av. Afonso Pena, entre a Praça Ary Coelho e o Bairro Chácara Cachoeira e o Shopping CG
Linha 054 - Rua Jeribá
Linha 072 - Rua Jeribá e o Bairro Chácara Cachoeira
Linha 205 – Rua Rui Barbosa, Av. Mato Grosso até Hospital UNIMED e a Rua Calógeras
Linha 206 - Rua Rui Barbosa, Av. Mato Grosso até a entrada Parque dos Poderes e a Rua Calógeras
Linha 518 - Rua Cel. Cacildo Arantes e a Rua Raul Pires Barbosa
Linha 521 - Rua Rui Barbosa e a Av. Mato Grosso até o Parque dos Poderes

Jornal Midiamax