Para tentar reduzir lotação, Campo Grande tem 23 ônibus e 170 viagens extras a partir desta terça

As linhas de ônibus ganham reforço em Campo Grande a partir desta terça-feira (9) como uma medida para reduzir a lotação no transporte coletivo na pandemia. O reforço na linha foi uma determinação da Prefeitura da Capital e os passageiros contam com 23 ônibus extras nas ruas, resultando em 170 viagens a mais.  O Consórcio […]
| 09/03/2021
- 11:56
Para tentar reduzir lotação, Campo Grande tem 23 ônibus e 170 viagens extras a partir desta terça
Passageiros embarcam em ônibus de Campo Grande. (Foto: Leonardo de França/Midiamax) - Passageiros embarcam em ônibus de Campo Grande. (Foto: Leonardo de França/Midiamax)

As linhas de ônibus ganham reforço em Campo Grande a partir desta terça-feira (9) como uma medida para reduzir a lotação no transporte coletivo na pandemia. O reforço na linha foi uma determinação da Prefeitura da Capital e os passageiros contam com 23 ônibus extras nas ruas, resultando em 170 viagens a mais. 

O Consórcio Guaicurus informou ao Jornal Midiamax que, conforme determinação da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), foram colocados 23 ônibus a mais nas ruas. Os veículos extras contribuem com 92 viagens a mais durante o horário de pico da manhã e 78 viagens extras no pico da tarde. 

A Agetran disse que o reforço acontecerá durante os horários de pico, pela manhã, entre às 5h30 e 8h, e a tarde, entre às 16h e 19. A prefeitura avalia que mais de 9 mil passageiros devem ser atendidos com os reforços.

“No período da manhã, durante horário de pico serão disponibilizadas aos passageiros em torno de 90 a 95 viagens a mais, o que representa 5.500 passageiros atendidos a mais. Para o período de pico da tarde, serão cerca de 75 viagens a mais, ou seja, 4.300 passageiros a mais atendidos”, informou nota.

Avanço do coronavírus

A decisão de aumentar a frota de ônibus foi tomada durante reunião no último sábado (6), como uma tentativa de conter o avanço do na Capital. Além de mais ônibus nas ruas para evitar aglomeração no transporte coletivo, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) também determinou a abertura de novos leitos. 

Serão 20 novos (Unidade de Terapia Intensiva) para somar às 283 vagas disponíveis no SUS (Sistema Único de Saúde) contratados em hospitais públicos, privados e filantrópicos. As barreiras sanitárias, criadas no ano passado, serão retomadas.

Veja também

Serão nove dias de celebrações a Nossa Senhora da Abadia envolvendo a comunidade e a história do santuário em Campo Grande

Últimas notícias