Cotidiano

Pedidos para obras aumentam em Campo Grande apesar da pandemia, aponta Semadur

Cartas de Habite-se também registraram aumento nas emissões

Fábio Oruê e Mariane Chianezi Publicado em 14/04/2021, às 06h52

Construção Civil não desacelerou nem com a pandemia
Construção Civil não desacelerou nem com a pandemia - Foto: Arquivo/ Jornal Midiamax
Nem a covid-19, que gerou uma crise sanitária e financeira, impediu que construtoras parassem com novas obras. Em Campo Grande, o número de alvarás de construções emitidos pela prefeitura no primeiro trimestre de 2021 foi superior ao mesmo período do ano passado. 
Segundo a Semadur (Secretária Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana), de 1ª de janeiro até 31 de março de 2020 foram expedidos 546 alvarás de construção, que são necessários para o inícios dos trabalhos nos canteiros de obras. Já nesse período neste ano, foram 631 documentos emitidos. 
O mesmo aconteceu com as 'Cartas de Habite-se', que também registraram aumento comparando o primeiro trimestre de 2020 e 2021. No ano passado foram 511 cartas contra 533 em 2021. Esses documentos são referentes a novas moradias e são requeridos após a finalização da obra. 
A carta é necessária para garantir que a construção seguiu os requisitos aprovados no alvará, nos aspectos legais e formais, deixando o imóvel pronto para comercialização. 
Jornal Midiamax