Cotidiano

Novenário em comemoração à padroeira de MS começa nesta sexta-feira

Dia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é comemorado no domingo (27)

Mariane Chianezi Publicado em 25/06/2021, às 15h58

Santuário Perpétuo Socorro
Santuário Perpétuo Socorro - De arquivo, Midiamax

O Santuário Estadual Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizado em Campo Grande, realiza a partir desta sexta-feira (25) novenário em comemoração à Festa da Padroeira de Mato Grosso do Sul. As orações seguem até o dia 4 de julho.

Para comemorar a data, o Santuário Estadual Nossa Senhora do Perpétuo realizará o tradicional novenário que terá como tema: “Com a Mãe do Perpétuo Socorro, proclamar o ano da graça do Senhor”. Todos os dias haverá uma celebração especial com intenções especiais. As missas deverão respeitar as regras de biossegurança.

Esse ano, o novenário será ainda mais especial, pois preparará os devotos para o Ano Jubilar do Perpétuo Socorro: pelos 80 anos da inauguração da Igreja Matriz Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e os 100 anos da criação da Novena a Nossa Senhora do Perpétuo.

Há quase 100 anos tinha início, na Igreja Santo Afonso em Saint Louis–Missouri, nos Estados Unidos, a Novena a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, criada pelo missionário redentorista Pe. André Brown, no dia 11 de julho de 1922. A mesma novena que hoje se tornou tradicional em vários países do mundo.

Mato Grosso do Sul caminha junto com essa tradição. Afinal, há 90 anos, em 1930, chegavam nessas terras dois padres Missionários Redentoristas vindos da Província de Baltimore dos Estados Unidos. Francis Mohr e Alphonse Hild desembarcaram em Aquidauana/MS, e deram início à presença estável de redentoristas no Mato Grosso do Sul.

Padroeira de MS

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se tornou Padroeira de MS, devido a grande devoção pela Mãe que se espalhou pelo Estado. A Paróquia foi fundada em 1939, pelo então Bispo de Corumbá, Dom Vicente Priante, ficando sob os cuidados da Congregação do Santíssimo Redentor dos Missionários Redentoristas.

Nesses 82 anos de história, bênçãos e milagres foram sendo anunciados, pelas cartas que os devotos da Mãe escrevem, contando, com alegria e entusiasmo, a graça alcançada.

Motivado pelas tradicionais novenas, no dia 10 de janeiro de 1999, o então Arcebispo de Campo Grande, Dom Vitorio Pavanello, publicou o decreto de elevação da Igreja à Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que após a Lei da Padroeira passou a ser Santuário Estadual, este grande centro de peregrinação.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro também é padroeira de cinco cidades de MS: Antônio João, Bodoquena, Caracol, Itaquiraí e Sete Quedas.

Jornal Midiamax