Cotidiano

“Não passa ninguém sem medo de ser roubado”, diz morador sobre vandalismo na Orla Ferroviária

Moradores e comerciantes convivem com depredação do patrimônio e usuários de drogas

Danielle Errobidarte Publicado em 31/07/2021, às 21h52

None
(Foto: Leitor Midiamax)

Morador e comerciante da região da Orla Ferroviária, de 45 anos, denunciou vandalismo ao patrimônio público ocorrido no local. Segundo ele, na região entre a Rua Antônio Maria Coelho e a Avenida Afonso Pena “não passa ninguém sem medo de ser roubado”.

Ele mora na região há 33 anos e afirma que os moradores tinham expectativa de que o local se tornaria um atrativo turístico com a notícia da instalação do monumento da Maria Fumaça, em 2004. “Sou da época da ferrovia, e quando saiu o projeto da orla ficamos contentes, mas depois ela só piorou. Hoje é tomada por usuários de drogas, que afugentam os clientes e transeuntes”, afirma.

Ainda segundo ele, os usuários que ficavam na região da antiga rodoviária migraram para lá, e os comentários de que as ruas ao entorno são perigosas, só aumentaram. “O lugar está tomado pelo vandalismo, depredação e tráfico de drogas”, finaliza.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax