Cotidiano

MS já trata 12 pacientes de RO com Covid-19 no Hospital Regional

O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) “Rosa Pedrossian”, em Campo Grande, terá até o fim desta segunda-feira (12) os 12 leitos na UTI (Unidade de Terapia) reservados para o estado de Rondônia ocupados. O último paciente será transferido em um avião do CBMMS (Corpo de Bombeiros Militar). Com a redução do número […]

Adriel Mattos Publicado em 08/02/2021, às 11h29 - Atualizado às 12h19

Foto: Divulgação, Governo de MS
Foto: Divulgação, Governo de MS - Foto: Divulgação, Governo de MS

O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) “Rosa Pedrossian”, em Campo Grande, terá até o fim desta segunda-feira (12) os 12 leitos na UTI (Unidade de Terapia) reservados para o estado de Rondônia ocupados. O último paciente será transferido em um avião do CBMMS (Corpo de Bombeiros Militar).

Com a redução do número de internados locais, o Governo do Estado pode ceder vagas para outros estados que sofrem com um colapso na rede pública de saúde. O Amazonas, por exemplo, já enviou pacientes para o Distrito Federal, Goiás e São Paulo.

Em 29 de janeiro, um idoso rondoniense de 61 anos foi o primeiro transferido. Até a madrugada de domingo (7), mais dez pacientes do estado da Região Norte chegaram ao HRMS.

Sendo uma ajuda humanitária, o Estado não cobra de nenhuma unidade da Federação os custos pelas internações. “Esta união de esforços que vai nos fazer vencer esta pandemia”, declarou o governador de Rondônia, Marcos Rocha (PSL).

Jornal Midiamax