Cotidiano

MPMS, Sesau e hospitais se mobilizam para implantar mais 30 leitos UTI Covid em Campo Grande

Leitos do SUS (Sistema Único de Saúde) serão destinados para tratar pacientes com coronavírus

Mariane Chianezi Publicado em 18/06/2021, às 15h37

None
Divulgação

Em reunião na tarde desta quinta-feira (17), o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e os hospitais de Campo Grande se mobilizaram para implantar mais 30 leitos de UTI do SUS (Sistema Único de Saúde) para tratar pacientes com Covid-19. A reunião foi convocada e presidida pela 32ª Promotoria de Justiça da Saúde Pública de Campo Grande.

Segundo a Promotora de Justiça Filomena Aparecida Depólito Fluminhan, essa reunião de urgência se fez necessária devido ao agravamento da pandemia no Estado, e da urgente situação de falta de leitos de UTI covid em Campo Grande, inclusive com a ocorrência de encaminhamento de pacientes para o interior do Estado e para outras unidades da Federação, oportunidade em que ocorreram reuniões entre as partes, visando às tratativas para a ampliação dos referidos leitos de UTI covid SUS na Capital.

Durante os trabalhos, foi pontuado o crescente agravamento da pandemia em Campo Grande e da falta de leitos de UTI, com pacientes intubados nas UPAs e CRSs e, ainda, aguardando na fila da regulação para leitos de UTI.

“Saímos de 116 leitos UTI SUS na Capital em fevereiro de 2020, para 337 nessa quinta-feira (17/6), e atingiremos 347 na próxima segunda feira (21). Porém, se a população não aderir às medidas de distanciamento social e cumprir as regras de biossegurança, infelizmente ainda não serão suficientes para atender à demanda por leitos de UTI”, alertou Filomena Fluminhan .

A reunião dessa quinta-feira resultou em mais dez leitos UTI SUS covid na Clínica Campo Grande, com implementação imediata, e mais dez leitos UTI SUS covid no Hospital El Kadri, a serem implantados até dia 21 de junho, totalizando um aumento de mais de 30 leitos UTI SUS Covid nos últimos dez dias pelo Município de Campo Grande.

Na última semana ocorreu a ampliação de 16 leitos, sendo dez leitos UTI SUS covid e seis leitos clínicos covid na Capital, junto ao Hospital do Pênfigo, os quais, conforme vistoria efetuada pela 32ª Promotoria de Justiça da Saúde Pública, já estão efetivamente implementados e recebendo pacientes covid. Também ocorreu a análise do atendimento aos demais acordos anteriormente firmados em audiência de conciliação, em sede dos respectivos autos da Ação Civil Pública, inclusive no tocante aos leitos semi-intensivos que seriam implantados nas UPAs ou hospitais, e a urgência na ampliação de leitos de UTI covid SUS.

Autoridades representantes

Participaram da reunião a Promotora de Justiça Filomena Aparecida Depólito Fluminhan; o Assessor-Geral da Diretoria de Atenção à Saúde, Antonio Lastória, representando o Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende Pereira; a Superintendente de Relações Institucionais em Saúde (SUPRIS), Eliana Dalla Nora Franco, representando o Secretário Municipal de Saúde, José Mauro Pinto de Castro Filho; a Gerente do Controle e Avaliação da SESAU, Juliana da Rosa Pereira Gouveia; o Diretor-Secretário do Hospital Santa Casa de Campo Grande, João Carlos Marchezã, representando o Presidente da entidade, Heitor Rodrigues Freire; o Diretor Técnico da Santa Casa, José Roberto de Souza; o Advogado da Santa Casa, Carmelino Rezende; a Enfermeira da SESAU, Adrieli Peixoto Soares, bem como demais representantes da saúde pública na Capital.

Jornal Midiamax