Cotidiano

Mais de 6 mil acidentes e 53 mortes: Campanha pede que motoentregadores não corram

Objetivo é alertar para o risco diário no trânsito da Capital

Renan Nucci Publicado em 18/11/2021, às 10h12

None
Foto Ilustrativa

O TRT-24 (Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região) lançou, em Campo Grande, uma campanha de prevenção de acidentes de trabalho, com destaque para os motoentregadores, profissionais que estão expostos aos riscos do trânsito e ficaram ainda mais requisitados desde o início da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Com base em um levantamento feito com dados do Gaat (Grupo de Análise de Acidentes de Trânsito) e da Sejusp-MS (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública), foram constatados 6.723 acidentes envolvendo motociclistas na Capital no ano de 2020, com 53 mortes. Muitas das vítimas eram motoentregadores.

Assim, por meio de outdoors, a campanha pede que os motociclistas sigam todas as normas de trânsito, usem todos os equipamentos de segurança obrigatórios e, principalmente, dirijam com prudência: “Seja visto, saia do ponto cego, não corra no corredor e, na dúvida, defenda-se. Fique atento aos cruzamentos e conversões”, diz um dos outdoors.

Saúde

Outra campanha tem por objetivo conscientizar os profissionais de saúde a notificarem o Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação) caso atendam vítimas de doenças ou acidentes do trabalho. O Sinan é um banco de dados alimentado pelas notificações realizadas por hospitais e estabelecimentos de saúde públicos e privados ao atenderem casos de doenças e agravos relacionados ao trabalho.

Essas notificações são compulsórias e permitem a realização do diagnóstico dinâmico da ocorrência de um evento na população, fornecendo subsídios e indicando riscos aos quais as pessoas estão sujeitas, contribuindo, assim, para a identificação da realidade epidemiológica de determinada área geográfica.

É dever dos médicos e dos outros profissionais de saúde, no exercício da profissão, bem como dos responsáveis por organizações e estabelecimentos públicos e particulares de saúde e ensino, a notificação de casos suspeitos ou confirmados das doenças e dos acidentes relacionados ao trabalho, tanto no sistema público quanto no sistema privado de saúde.

Jornal Midiamax