Cotidiano

Lotados e atrasados: passageiros cobram mais ônibus nas ruas em Campo Grande

Passageiros não podem entrar em ônibus e chegam atrasados no trabalho

Gabriel Maymone Publicado em 19/05/2021, às 08h58

Com ônibus na lotação máxima, passageiros precisam esperar próximo e acabam se atrasando
Com ônibus na lotação máxima, passageiros precisam esperar próximo e acabam se atrasando - Leitor Midiamax

Passageiros do transporte coletivo de Campo Grande reclamam dos serviços prestados pelo Consórcio Guaicurus. Isso porque, com o limite de 70% da ocupação dos ônibus, não foram colocados mais veículos à disposição da população e, assim, muitos acabam perdendo o horário e chegam atrasados no trabalho.

É o caso de Renan dos Santos, que trabalha como consultor de vendas. "Muitas pessoas além de mim estão atrasadas e indignadas com essa situação. Se vão ficar controlando a quantidade de pessoas dentro do ônibus, então deve aumentar a quantidade de ônibus na cidade", reclamou.

Conforme o trabalhador, é a mesma situação todos os dias e o descaso ocorre em todos os terminais. E, mesmo com o controle de lotação, os ônibus estão cheios. "Agora cedo o 61 das Moreninhas", enviou outro leitor sobre a situação do ônibus, em que é possível visualizar muitas pessoas de pé e aglomeradas, desrespeitando as normas de segurança contra a covid.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax