Cotidiano

Jornalista Auro Sávio morre por complicações do coronavírus em Campo Grande

Ele trabalhava como cinegrafista e é oitavo jornalista morto durante a pandemia

Mylena Rocha Publicado em 10/05/2021, às 08h22 - Atualizado às 08h57

Auro é mais uma vítima do coronavírus entre os profissionais da imprensa em MS.
Auro é mais uma vítima do coronavírus entre os profissionais da imprensa em MS. - Reprodução/Redes Sociais

O jornalista Auro Sávio Nascimento faleceu na madrugada desta segunda-feira (10) por complicações do coronavírus em Campo Grande. Ele estava internado e não resistiu ao vírus. Familiares e amigos prestaram homenagens ao cinegrafista, que trabalhou por mais de uma década em emissoras públicas de Mato Grosso do Sul. 

Auro trabalhou como cinegrafista na TV Educativa e no SBA (Sistema Brasileiro de Agronegócio). O jornalista Bosco Martins, que já foi diretor-presidente da TV Educativa, postou uma homenagem ao colega nas redes sociais. “Auro Sávio sempre foi um profissional que se destacava, não só por sua competência como cinegrafista, mas por sua extrema dedicação”.

Auro é o oitavo jornalista morto na pandemia de coronavírus em Mato Grosso do Sul, conforme divulgado pelo Sindijor-MS (Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul). A última morte de jornalista por conta do coronavírus aconteceu em abril, com o falecimento de Hermano de Melo, de 73 anos. Entre as vítimas da Covid-19 em MS, também estão os profissionais Denilson Pinto, Leyde Pedroso, Guilherme Filho, Valdenir Rezende, Armandinho Anache e Oscalino Rezende. 

Jornal Midiamax