Cotidiano

Indígenas cobram nomeações de profissionais para as áreas de educação e saúde nas aldeias de Dourados

Moradores das aldeias Bororó, Jaguapiru e também das retomadas se reuniram nesta sexta-feira (5) na Casa de Reza para cobrarem providencias relacionadas às nomeações de profissionais para atendimento na área de educação e saúde indígena na Reserva Federal de Dourados. Durante o encontro, que contou com a presença de lideranças das aldeias e membros da […]

Marcos Morandi Publicado em 06/02/2021, às 09h44

Em MS, 13,8 mil doses remanescentes de indígenas foram redistribuídas. (Foto: Marcos Morandi)
Em MS, 13,8 mil doses remanescentes de indígenas foram redistribuídas. (Foto: Marcos Morandi) - Em MS, 13,8 mil doses remanescentes de indígenas foram redistribuídas. (Foto: Marcos Morandi)

Moradores das aldeias Bororó, Jaguapiru e também das retomadas se reuniram nesta sexta-feira (5) na Casa de Reza para cobrarem providencias relacionadas às nomeações de profissionais para atendimento na área de educação e saúde indígena na Reserva Federal de Dourados.

Durante o encontro, que contou com a presença de lideranças das aldeias e membros da Organização das Mulheres Kunhangue Jeroky Guasu Marangatu e também do presidente da Comissão Indígena e Afrodecendente, Olavo Sul (MDB), reafirmaram pedidos já encaminhados ao Executivo.

Entre as solicitações dos indígenas, estão as nomeações  do Coordenador do CEAID  (Comissão de Educação das Aldeias Indígenas de Dourados) e também dos representantes do NEEI (Núcleo de Educação Escolar Indígena).

Os moradores da Reserva Federal também pediram a realização do processo seletivo de professores indígenas. Segundo eles, a solicitação já foi protocolada na Semed (Secretaria Municipal de Educação), Funai (Fundação Nacional do Índio) e também no MPF (Ministério Público Federal).

Segundo fontes ouvidas pela Reportagem do Mídiamax, que participaram da reunião realizada nesta sexta-feira (5), caso as reivindicações não sejam atendidas, haverá manifestações, que podem incluir paralizações nas rodovias que dão acesso à cidade.

A Prefeitura de Dourados, por meio da Assessoria de Comunicação, informou que as reivindicações dos indígenas estão sendo analisadas pelo próprio prefeito Alan Guedes (PP), que tem mantido canal aberto com as lideranças das aldeias e que, inclusive algumas dessas reuniões aconteceram no gabinete do chefe do Executivo.

Jornal Midiamax