Cotidiano

Guarda Municipal de Dourados participa de treinamento sobre violência contra mulher e feminicídio

Capacitação apresentou formas de enfrentamento e conscientização

Ranziel Oliveira Publicado em 18/05/2021, às 14h39

Agentes da Guarda Municipal de Dourados
Agentes da Guarda Municipal de Dourados - (Foto: Divulgação / Prefeitura de Dourados)

Agentes da GM (Guarda Municipal) de Dourados participaram de um treinamento sobre o enfrentamento da violência contra a mulher, na última sexta-feira (14). O treinamento tem a proposta de ampliar o conhecimento dos agentes públicos, em relação às melhores práticas voltadas ao combate à violência, formação e conscientização sobre o enfrentamento da violência contra mulher e o feminicídio.

Somente no ano passado, a GM atendeu aproximadamente 350 situações de violência contra mulher, foram 143 prisões dos agressores. A Guarda Municipal, tem atuado em parceria com a Delegacia da Mulher com o foco de proteção às vítimas de violência doméstica.

A capacitação foi realizada por advogadas integrantes do Instituto Mulher, que abordaram temáticas referentes à lei, à prisão e à rede de enfrentamento. A advogada Sheila Regina Lopes Dutra apresentou aspectos históricos da criação da lei e as recentes mudanças introduzidas nos últimos anos.

Raianni Caroline Almeida Passos, advogada, abordou a temática da prisão em flagrante e a preventiva no âmbito da violência doméstica, assim como os tipos de ação quando condicionada ou não à representação da vítima.

Já a advogada Luciana Ramires Fernandes esclareceu aos participantes os objetivos da rede de enfrentamento e de atendimento à mulher vítima de violência doméstica, informando sobre os órgãos governamentais e não governamentais especializados ou não, que compõem a rede no município.

Dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Os números de casos já eram assustadores e com a pandemia de Covid-19 a violência familiar aumentou consideravelmente: segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, houve um crescimento das denúncias de violência contra as mulheres – recebidas pelo número de telefone180: alta de 13,35% em fevereiro, 17,89% março e 37,58% em abril, quando comparados ao mesmo período de 2019.

Jornal Midiamax