Cotidiano

Guarda flagra 180 'furadores' do toque de recolher e faz quatro prisões em Campo Grande

Medida estão valendo de 21h até às 5h do dia seguinte

Fábio Oruê Publicado em 31/05/2021, às 08h57

Momento de uma das prisões feitas durante a noite
Momento de uma das prisões feitas durante a noite - Foto: Divulgação/ GCM

Ainda com alerta e recomendações dos órgãos de saúde por conta do coronavírus, a população ainda desrespeita as medidas em Campo Grande. A fiscalização abordou 180 pessoas nas ruas da Capital fora do horário permitido neste domingo (30) e madrugada de segunda-feira (31). 

A GCM (Guarda Civil Metropolitana) fiscalizou 36 estabelecimentos, sendo que nenhum chegou a ser notificado. Durante o toque de recolher, que acontece de 21h até às 5h do dia seguinte, 180 pessoas foram abordadas nas ruas e orientadas a ficar em casa.

Um local com festa/evento foi constatado e os participantes dispersados. Além disso, quatro pessoas foram presas durante a vigência do toque. 

Conforme dados da Guarda, o número 153 recebeu 222 ligações, sendo que 33 eram sobre descumprimento de medidas de controle ou restrição.

Também foi realizada uma operação no trânsito, da GCM com o Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito.

Ao todo, foram feitas 253 abordagens, sendo 192 carros e 61 motos. Conforme dados da operação, 253 condutores passaram pelo teste do bafômetro, mas 11 recusaram. Segundo balanço, três CNHs (Carteira Nacional de Habilitação) foram recolhidas.

Jornal Midiamax