Cotidiano

Força-tarefa registrou mais de 60 focos de incêndios em 48 horas no Pantanal

Previsão de chuva para a região é a esperança de controlar as chamas

Mariane Chianezi Publicado em 08/09/2021, às 18h29

None
Divulgação

A força-tarefa que atua no combate aos incêndios no Pantanal registrou, em 48 horas, mais de 60 focos de incêndio. A previsão indica chuva para a região entre esta quarta-feira e quinta-feira (9), o que contribuiria para controlar as chamas que devastam o bioma.

Os monitoramentos seguem sendo feitos pelo Prevfogo, Bombeiros e militares do Exército. Aeronaves seguem sendo utilizadas para ajudar nos combates, lançando água nos focos, conforme divulgado pelo Diário Corumbaense.

Nesta terça-feira (7), um incêndio tomou conta de região no Forte Coimbra, que mobilizou várias equipes. Devido ao clima, com temperaturas chegando a 40°C, umidade relativa do ar muito baixa e vento, o combate pendurou a madrugada.

As informações são que houve remanejamento militares na área do Paraguai Mirim e Paiaguás em apoio às equipes; na região do Nabileque, próximo ao Forte Coimbra e iniciado combate ao incêndio no Rabicho. A área do Paiaguás, próximo a Colônia São Domingos, também recebeu o apoio de mais militares, uma viatura e equipamentos.

Na região da Nhecolândia (na área da Curva do Leque) o foco foi extinto, e a GCIF (Guarnição de Combate a Incêndio Florestal) foi remanejada para auxiliar nas áreas mais afetadas do Pantanal. O monitoramento de todas as sub-regiões do Pantanal continua via satélite. 

Jornal Midiamax