Cotidiano

Família necessita de ajuda para custos de tratamento de jovem que perdeu filha em acidente

Família necessita de doações para custos de tratamento de Ana Castro, 21, que sofreu um acidente na madrugada do dia 25 de dezembro do ano passado na MS-157 entre Itaporã e Maracaju. No acidente, Ana perdeu a filha de 3 anos. O filho de sete meses dela chegou a sofrer fratura nas duas pernas. Ana […]

Diego Alves Publicado em 25/01/2021, às 20h45 - Atualizado em 26/01/2021, às 09h19

Acidente ocorreu após um dos veículos invadir a pista contraria. (Foto: Reprodução/PMR)
Acidente ocorreu após um dos veículos invadir a pista contraria. (Foto: Reprodução/PMR) - Acidente ocorreu após um dos veículos invadir a pista contraria. (Foto: Reprodução/PMR)

Família necessita de doações para custos de tratamento de Ana Castro, 21, que sofreu um acidente na madrugada do dia 25 de dezembro do ano passado na MS-157 entre Itaporã e Maracaju. No acidente, Ana perdeu a filha de 3 anos. O filho de sete meses dela chegou a sofrer fratura nas duas pernas.

Família necessita de ajuda para custos de tratamento de jovem que perdeu filha em acidente
Familiares da jovem necessitam de ajuda

Ana Castro sofreu várias fraturas pelo corpo e ainda se encontra internada na Santa Casa de Campo Grande. O marido dela, de 27 anos, que dirigia o veículo fraturou as duas pernas durante a colisão. O acidente envolveu um Corsa Classic em que estava a família e um Toyota Corola dirigido por um motorista de 45 anos.

De acordo com a PMR (Polícia Militar Rodoviária), o Toyota Corola transitava pela via sentido Itaporã – Maracaju, quando invadiu a pista contrária e colidiu com o Corsa Classic.

Os dois veículos ficaram com a frente destruídas com o impacto da colisão. O motorista do Toyota e o do Classic ficaram feridos e foram socorridos. Ana foi socorrida com lesões gravíssimas e o bebê, também foi socorrido com lesões graves e fraturas.

A filha de três anos da jovem chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo ao dar entrada no hospital. A Polícia Civil abriu inquérito a respeito do acidente.

Segundo informações, mesmo com o tratamento pelo SUS (Sistema Único de Saúde), as despesas do custeio para alguns membros da família, permanecer em Campo Grande são grandes e eles não possuem condições financeiras.

Quem quiser fazer doações pode fazer o depósito ou transferência bancária na conta poupança (operação 013) da Caixa Econômica Federal número 2097-8 – Agência 3865 em nome de Analice Castro Gamarra.

Jornal Midiamax