Cotidiano

“Estou aqui desde às 11h”, pacientes reclamaram de demora e lotação em UPA de Campo Grande

Secretaria explica já ter enviado equipes móveis de médicos para suprir a demanda

Gabriel Neves Publicado em 27/12/2021, às 16h43

Pacientes alegam precisar esperar por horas para ser atendido
Pacientes alegam precisar esperar por horas para ser atendido - (Foto: Reprodução/Fala Povo)

Pacientes que procuravam atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino se surpreenderam com o número de pessoas e demora no atendimento no local ao longo desta sexta-feira (27), em Campo Grande.

Cristina Monteiro, de 34 anos, relata ter chegado na unidade por volta das 11h com febre e falta de ar, mas só foi atendida por volta das 15h. “Acabei de sair, mas estava lotado ainda”, comentou.

Fotos enviadas ao Jornal Midiamax mostra o grande número de pacientes esperando atendimento no local, alguns deles em pé. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), por meio de nota, afirmou ter registrado um aumento no fluxo de pacientes.

A Sesau explica que a situação acarretou certa lentidão no atendimento, “contudo é importante ressaltar que, visto esta demanda aumentada, equipes móveis de médicos já se deslocam para o local com o objetivo de dar mais celeridade aos atendimentos”.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax