Equipes terminam obras de asfalto em novo acesso ao bairro Moreninhas

A Prefeitura iniciou a construção de uma ciclovia no local
| 09/07/2021
- 14:06
Equipes terminam obras de asfalto em novo acesso ao bairro Moreninhas
Divulgação/PMCG

As equipes terminaram as de pavimentação no trecho inicial do novo acesso à região das . Agora, começaram as obras para asfaltar o traçado da ciclovia que será instalada no canteiro central, com urbanização, iluminação pública, além de sinalização horizontal e vertical.

O prefeito ressalta que o novo acesso é um sonho antigo dos moradores das Moreninhas, um dos bairros mais populosos de Campo Grande. “A ciclovia, principalmente em tempos de pandemia, é algo essencial. Uma questão de necessidade no transporte para alguns, mas para muitos, neste novo normal, uma questão de saúde e estilo de vida”, pontua o prefeito.

O prolongamento da avenida Rita Vieira, que agora chega à avenida Guaicurus, faz parte do programa Reviva Mais Campo Grande. Ao todo, será investido R$ 1,3 bilhão em 55 obras. 

Conforme dados da Prefeitura, os bairros Universitário, Santo Eugênio, Perpétuo Socorro e Jardim Itamaracá ganham uma malha viária formada pelas ruas Vitor Meirelles, que acaba de ser recapeada, o seu prolongamento, a Toros Puxian e a Avenida Novo Estado, que teve o último trecho concluído ano passado.

Os técnicos da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) explicam que quem estiver, por exemplo, na Avenida Interlagos (perto do Rádio Clube Campo), seguindo pela Avenida Rita Vieira, vai chegar mais rápido à estação rodoviária. Antes, este itinerário era feito pela Rua Professor Hilário da Rocha.

O novo acesso vai servir de ligação desses bairros com a Avenida Três Barras, seguindo trajeto pelas ruas Victor Meirelles, Toros Puxian, Avenida Rita Vieira e Rua Novo Estado, uma via residencial estreita. Em novembro do ano passado, a Prefeitura asfaltou os últimos 400 metros da Rua Novo Estado, via aberta às margens do antigo traçado da ferrovia, fazendo a interligação das avenidas Rita Vieira e Três Barras.

(com informações da Sisep)

Veja também

Produtos ficaram mais caros por conta da pandemia e guerra na Ucrânia.

Últimas notícias