Cotidiano

Equipe técnica da Saúde avalia pedido do TCE-MS para avaliar eficácia de vacina atrasada

Aplicação da 2ª dose da CoronaVac

Gabriel Maymone Publicado em 17/05/2021, às 09h18

Mais de 128 mil pessoas ficaram com aplicação da 2ª dose atrasada em MS
Mais de 128 mil pessoas ficaram com aplicação da 2ª dose atrasada em MS - Divulgação

A equipe técnica da SES (Secretaria Estadual de Saúde) prepara resposta para encaminhar ao TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul), que questionou a eficácia da aplicação atrasada da 2ª dose de CoronaVac. 

Na semana passada, ouvidor do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul, conselheiro Osmar Jeronymo, recomendou que sejam realizados testes para verificar a eficácia da vacina Coronovac nas pessoas que estão recebendo a segunda dose fora do prazo recomendado pelo Instituto Butantan.

O conselheiro argumentou que diante do atraso do envio de doses por parte do Ministério da Saúde não estava sendo possível cumprir com o intervalo de 2 a 4 semanas. Então, recomendou que sejam efetuados testes adequados para verificar a eficácia da vacina nesse grupo, como forma de orientar a conduta a ser adotada.

Para isso, seria necessário, segundo o conselheiro, baseado em uma reportagem, que é possível verificar o efeito através de sorologias (exames de sangue), específicos para esta finalidade.

Jornal Midiamax