Cotidiano

Em viagem à América do Sul que exclui Brasil, enviados de Biden visitam Colômbia

Agência Estado Publicado em 13/04/2021, às 00h18

Agência Estado
Agência Estado
Autoridades dos Estados Unidos realizaram uma visita oficial à Colômbia nesta segunda-feira, 12. Os enviados especiais do presidente americano, Joe Biden, à América do Sul também irão à Argentina e ao Uruguai nesta semana. O Brasil não foi incluído no itinerário. "Valorizamos nossa estreita cooperação com Iván Duque e o governo colombiano e continuamos trabalhando juntos para restaurar a democracia na Venezuela", escreveu no Twitter a secretária-adjunta interina para Hemisfério Ocidental do Departamento de Estado americano, Julie Chung. O diretor sênior para assuntos do Hemisfério Ocidental no Conselho de Segurança Nacional, Juan Gonzalez, também participou da reunião em Bogotá.
A Casa Branca anunciou a viagem no sábado, 10, por meio de um comunicado. O documento destacava que os representantes dos EUA discutiriam na Colômbia a recuperação econômica, a segurança e o desenvolvimento rural do país. Além disso, debateriam a crise migratória da Venezuela. Na Argentina e no Uruguai, de acordo com a nota, Chung e Gonzalez abordarão os desafios impostos pela pandemia de covid-19, as mudanças climáticas e as ameaças à democracia na região.
Em sua conta no Twitter, o presidente da Colômbia, Iván Duque, escreveu que a reunião de hoje foi "muito produtiva". "Discutimos, entre outras coisas, a reativação segura da economia, o trabalho coordenado contra o narcotráfico e o crime transnacional, bem como a preservação do meio ambiente", informou o mandatário. Julie Chung, por sua vez, disse que Washington e Bogotá são "parceiros na paz e na prosperidade".
Jornal Midiamax