Cotidiano

Em Campo Grande, 80% dos leitos de UTI ainda estão ocupados 

Nesta quarta-feira (20), Campo Grande registrou lotação de 80,3% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Dândara Genelhú Publicado em 20/01/2021, às 18h03

Foto: Arquivo, Midiamax.
Foto: Arquivo, Midiamax. - Foto: Arquivo, Midiamax.

Nesta quarta-feira (20), Campo Grande registrou lotação de 80,3% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Assim, restam 73 leitos disponíveis para novas internações na Capital.

Os dados são do Portal Mais Saúde, disponibilizado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). De acordo com o painel, Campo Grande possui 508 leitos registrados, desses 435 estão ocupados.

Na Cassems não existem mais vagas para internações, nesta quarta-feira (20) todas as 46 UTIs estavam ocupadas. No Proncor apenas uma vaga está disponível, outros 19 leitos possuem pacientes internados.

Então, entre os hospitais com vagas disponíveis está a Clínica de Campo Grande, com dois leitos livres. Na instituição existem 28 pacientes já internados. Na mesma situação, oHumap (Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian) possui 30 leitos e apenas dois disponíveis para novas internações.

Assim, no Hospital El Kadri, que possui 30 leitos, existem três vagas para novos pacientes. Já na Unimed, foram registradas 21 vagas de UTI disponíveis. O hospital possui 50 leitos registrados.

A Santa Casa registrou 114 leitos, desses 17 podem ser utilizados para novas internações. Por fim, com 50 leitos disponíveis, o Hospital Adventista do Pênfigo registrou 12 vagas livres em UTIs.

Coronavírus em Campo Grande

De acordo com o boletim epidemiológico da SES, até esta quarta-feira (20), Campo Grande havia registrado 66.748 casos de coronavírus. Sendo que 338 foram confirmados nas últimas 24h.

A Capital concentra o maior número de casos e mortes causadas pela doença. No município foram confirmados 1.228 óbitos causados por coronavírus.

Jornal Midiamax