Cotidiano

Covid: para conter festinhas, cidade de MS proíbe venda de bebida alcoólica por 15 dias

Celebração em igrejas e templos também foi limitada no município

Gabriel Maymone Publicado em 29/05/2021, às 16h35

Prefeito de Amambai disse que município vive pior fase da pandemia
Prefeito de Amambai disse que município vive pior fase da pandemia - Vilson Nascimento / A Gazeta News

A prefeitura de Amambai, a 368km de Campo Grande, iniciou neste sábado (29) a proibição por 15 dias da venda de bebida alcoólica. A medida tem como objetivo evitar aglomerações e festinhas.

O decreto continuará válido, inclusive, durante o feriado de Corpus Christi, na próxima quinta-feira (03).

Conforme o estabelecido pela medida, a proibição é válida a todos os estabelecimentos, incluindo supermercados e restaurantes.

A exceção é para atacadistas comercializarem bebida, mas desde que seja para quem não more no município e não vá distribuir na cidade.

Igrejas

Ainda na sexta-feira (28), a prefeitura baixou decreto estabelecendo novas regras para o funcionamento de igrejas e templos religiosos em Amambai.

Assim, fica permitida a realização de apenas 1 celebração presencial por dia, das 17h às 18h, aos domingos. Além disso, devem ser respeitadas as regras de capacidade de 1 pessoa por metro quadrado e distanciamento mínimo de 1 metro entre fiéis, além do uso de máscara.

Em live nas redes sociais, o prefeito  Edinaldo Bandeira (PSDB), declarou que o município passa pela pior fase da pandemia. Os números de novos casos dispararam e a ala destinada a pacientes com covid no Hospital Regional está superlotada.

Jornal Midiamax