Cotidiano

Comemorando cinco anos do transplante, Carlão percorre 800 km para incentivar novos doadores

Dia Mundial do Doador de Medula Óssea é celebrado neste sábado

Fábio Oruê Publicado em 18/09/2021, às 09h20

Carlão vai até a cidade de Jaú (SP), onde realizou o transplante
Carlão vai até a cidade de Jaú (SP), onde realizou o transplante - Foto: Arquivo pessoal

Carlos Alberto Rezende, o professor Carlão, comemora em 2021 cinco anos do transplante de medula óssea, após ser diagnosticado com aplasia medular severa. Para celebrar o marco, Carlão completa, neste sábado (18), o “Desafio 800 Sangue Bom”, onde percorreu 800 km de duatlo (corrida e pedal) desde o dia 7 de setembro.

Carlão saiu de Campo Grande no dia 7, passou por Presidente Prudente, cidade onde nasceu, e agora completa o seu desafio no município de Jaú, em São Paulo, local onde fez o transplante.

Esta iniciativa, além de comemorar a vida, também serve para incentivar a população a fazer mais doações já que neste sábado é comemorado o “Dia Mundial do Doador de Medula Óssea”, que além de ser uma justa homenagem aos doadores, também serve para conscientizar sobre a importância da doação, para incentivar novas pessoas a realizar este ato de solidariedade.

“Neste desafio caminhamos com fé, com muito amor e acolhida no caminho. Lembrando e pedindo novamente para que sejam doadores de sangue, de medula óssea e tornem-se doares de órgãos. Obrigado pelo apoio, orações e torcida”, declarou Carlos Alberto, ao longo do seu percurso.

Doadores

Em Mato Grosso do Sul, o Hemosul é o órgão responsável não só pela coleta de sangue, mas também pela coleta de medula óssea, atendendo a pacientes com as mais diversas patologias relacionadas com a fabricação de células do sangue e com deficiências no sistema imunológico. São mais de 80 patologias que podem se beneficiar do transplante.

Para quem está disposto a salvar vidas e fazer a doação de medula óssea, é preciso apenas ter entre 18 e 55 anos de idade e gozar de boa saúde, principalmente não pode ter doenças relacionadas ao sangue, como Hepatite e HIV, e qualquer tipo de câncer. O candidato a doador deverá procurar a unidade do Hemosul para esclarecer dúvidas a respeito da doação.

O Dia Mundial do Doador se comemora sempre no 3° sábado do mês de setembro. A data foi criada pela World Marrow Donor Association (WMDA), para incentivar a doação de medula óssea em todo o mundo.

Jornal Midiamax