Cotidiano

Com pico de internações, MS tem 106% de superlotação nas UTIs Covid-19

MS tem 35 pessoas em estado grave da Covid-19 atendidas além da capacidade

Dândara Genelhú Publicado em 31/05/2021, às 18h34

Estado registrou maior índice de ocupações dos últimos 25 dias.
Estado registrou maior índice de ocupações dos últimos 25 dias. - Foto: Reprodução.

Nesta segunda-feira (31), Mato Grosso do Sul voltou a registrar superlotação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Covid-19. Com pico de internações, são 106,02% de ocupação nestes leitos.

Enquanto existem 581 leitos em todo o Estado, 616 pacientes são tratados em estado grave da Covid-19. Assim, 35 pessoas são atendidas além da capacidade hospitalar de MS.

O índice de ocupação é o maior registrado nos últimos 25 dias no Estado. Além das UTIs em superlotação, MS possui leitos clínicos exclusivos para tratamento da Covid-19.

No entanto, nesta segunda-feira (31), eles também apresentam aumento de interações. Com 82,11% de ocupações, o cenário desses leitos é crítico.

São 1.157 leitos clínicos para todo o MS. Desses, 950 estão ocupados nesta segunda com pacientes em estado grave da doença. Restam 207 vagas para novas internações de infectados por coronavírus.

Os dados são do Painel Mais Saúde, alimentado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Foram utilizadas informações da atualização das 18h20.

Jornal Midiamax