Cotidiano

#CG122: Você faz parte do perfil? Idade, cor e renda - Confira o retrato do campo-grandense

Com 906.092 habitantes, Campo Grande representa 32,13% do total de moradores de MS

Mariane Chianezi Publicado em 02/08/2021, às 07h23

None
Leonardo de França, Midiamax

Campo Grande se encaminha para completar mais um ano desde a sua fundação, completando 122 anos de vida no dia 26 de agosto. Ao longo dos anos, a Capital Morena tem se desenvolvido e a sua população acompanhou o desenvolvimento.

A centenária sul-mato-grossense conta atualmente com uma população de quase 1 milhão de moradores, mas quem são essas pessoas? Idade, cor, nível de escolaridade, emprego e renda, o Jornal Midiamax mostra quem são os campo-grandenses e como eles compõem o perfil socioeconômico da Capital.

População durante as décadas

A população campo-grandense, segundo censo demográfico do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), atingiu um total de 786.797 pessoas em 2010. Uma estimativa do instituto de 2020 avalia que, em Campo Grande, existem 906.092 moradores. Nas últimas décadas o Município experimentou um importante crescimento populacional, vendo a sua população ser multiplicada por 5,6 vezes entre 1970 e 2010.

[Colocar ALT]
Foto: Leonardo de França, Midiamax

Durante o período de 1970 a 1980, observou-se a maior taxa média geométrica de crescimento anual, 7,6%. Desde então, a taxa de crescimento demográfico vem se desacelerando em função da acentuada redução dos níveis de fecundidade e da diminuição do fluxo migratório.

Entre 2000 e 2010, a taxa média geométrica de crescimento anual foi de 1,72%, a mais baixa desde o Censo de 1960, mesmo assim o crescimento absoluto foi de 123.176 pessoas. O incremento médio anual foi de 12.318 pessoas no período de 2000 a 2010 contra 15.277 entre 1991 e 2000.

O grau de urbanização da cidade é considerado elevado, dado que a população urbana de Campo Grande representa 98,66% e a rural 1,34%.

Em relação ao Mato Grosso do Sul, a população da Capital também é elevada, pois o Censo de 2010 apontou que a população de Campo Grande representava 32,13% do total de MS. Ou seja, para cada 100 habitantes de MS, 32 são de Campo Grande.

População por domicílio e sexo

Na população urbana, Campo Grande soma 776.242 moradores, sendo 400.994 mulheres e 375.248 homens. A população rural é de 10.555 pessoas, sendo 4.470 mulheres e 6.085 homens.

O censo também levanta a quantidade de moradores do distrito de Anhandui e Rochedinho. O primeiro distrito soma uma população de 4.267 e o segundo 1.093. Em Anhandui estima-se que vivem 2.350 homens e 1.917 mulheres. Enquanto em Rochedinho, são 609 homens e 484 mulheres.

Idades

[Colocar ALT]
Foto: Leonardo de França, Midiamax

O levantamento também mostra a participação por idades nos moradores no total da população. O índice mostra que a maioria dos moradores tem entre 15 e 64 anos, representando 70,67% do censo.

As crianças e os adolescentes, com idades de 0 a 14 anos, representam 29,87% do total da população. Os idosos, com 65 anos ou mais, são 6,70% dos moradores da Capital Morena.

No geral, o grupo de idade entre 20 e 24 anos é considerado a maioria populacional de Campo Grande. Em seguida, por uma pouca diferença, aparecem os moradores com idades entre 25 e 29. Confira a tabela:

Grupo de idadeMoradores
0 a 4 anos56.961
5 a 9 anos56.371
10 a 14 anos64.688
15 a 19 anos70.555
20 a 24 anos73.853
25 a 29 anos73.012
30 a 34 anos67.403
35 a 39 anos60.235
40 a 44 anos55.628
45 a 49 anos52.156
50 a 54 anos43.279
55 a 59 anos34.425
60 a 64 anos25.509
65 a 69 anos18.499
70 a 74 anos14.260
75 a 79 anos9.518
80 anos a mais10.445

Campo-grandenses ‘de coração’

O censo mostra também dados sobre a população que nasceu em outros estados, mas fez de Campo Grande o seu lar, sendo campo-grandense ‘de coração’. De acordo com o censo de 2010, a maioria da população residente da Capital, mas que é natural de outro estado, vem de São Paulo: 66.181 paulistas vivem na Capital.

Em seguida, aparecem os paranaenses: 29.158 vivem em Campo Grande. Entre os naturais de Mato Grosso, 13.962 pessoas escolheram a Capital Morena para viver.

Os gaúchos do Rio Grande do Sul também têm uma grande população em Campo Grande: 11.814 moram aqui. Os mineiros representam 10.365 do total de moradores da Capital. Além desses estados, também aparecem moradores naturais da Bahia (7.324), Pernambuco (7.320), Ceará (7.000), Rio de Janeiro (5.652) e Goiás (4.209).

Economicamente ativos

Em Campo Grande, são 435.728 pessoas economicamente ativas. Desse total, 407.145 têm alguma ocupação e 28.583 não possuem nenhuma ocupação.

Renda

Economicamente ativos e ocupados, existem 280.871 trabalhadores, segundo levantamento do Rais (Relação Anual de Informações Sociais) de 2018. Deste total, a maioria dos trabalhadores recebe entre 1 e 1,5 salário mínimo, representando 29,56%, ou seja: 80.072 trabalhadores. Confira a tabela:

Salário MínimoTrabalhadoresPorcentagem
Até 0,51.4390,53
De 0,5 a 18.0662,98
De 1 a 1,580.07229,56
De 1,5 a 248.50017,91
De 2 a 341.67315,38
De 3 a 421.5017,94
De 4 a 514.7105,43
De 5 a 719.6727,26
De 7 a 1012.5704,64
De 10 a 159.1953,39
De 15 a 203.5751,32
Mais de 204.1361,53

Responsáveis pelos lares

Campo Grande possui 250.667 moradores que se identificaram como responsáveis pelos lares. A maioria, se concentra nas pessoas com idades entre 25 e 54 anos. Confira a tabela:

Grupo de idadeMoradores
15 a 19 anos3.638
20 a 24 anos14.492
25 a 29 anos24.380
30 a 34 anos28.856
35 a 39 anos29.221
40 a 44 anos29.061
45 a 49 anos28.512
50 a 54 anos24.802
55 a 59 anos20.383
60 a 64 anos15.553
65 a 69 anos11.602
70 anos ou mais19.548
[Colocar ALT]
Foto: Leonardo de França, Midiamax

Cor ou raça

A Capital sul-mato-grossense mostrou na pesquisa que a maioria dos moradores é composta por brancos, com 397.975 pessoas. O censo aponta que 326.644 são pardos; 42.347 são pretos; 13.924 são amarelos; 5.898 são indígenas.

Mães campo-grandenses

A pesquisa do IBGE mostrou que, em Campo Grande, são 350.019 mulheres com mais de 10 anos, sendo que 224.495 tiveram filhos. O total de nascimentos soma 633.016 — 610.030 nascimentos vivos e 22.985 registros de nascidos mortos.

Alfabetização

Segundo o censo do IBGE, 693.235 moradores de Campo Grande são alfabetizados. A pesquisa mostrou a alfabetização por grupos, onde a maioria alfabetizada corresponde ao grupo de pessoas entre os 20 e 29 anos, correspondente a 145.563 jovens.

Em seguida, aparecem os moradores entre 30 e 39 anos, correspondendo a 125.498 pessoas alfabetizadas. Confira a tabela:

Total5 a 9 anos10 a 14 anos15 a 19 anos20 a 29 anos30 a 39 anos40 a 49 anos50 a 59 anos60 anos ou mais
693.23544.49263.89170.076145.563125.498104.08373.11466.518
Foto: Leonardo de França, Midiamax

Nível de escolaridade

Outro dado do IBGE mostra que 263.885 moradores não possuem nenhuma instrução ou sequer terminaram o ensino fundamental.

O levantamento também mostrou que 196.953 pessoas de Campo Grande têm o ensino médio completo e educação superior incompleta. Apenas 86.896 moradores concluíram o ensino superior e têm uma formação.

A tabela a seguir mostra o nível de escolaridade dos moradores conforme os grupos de idade. Confira:

Grupo de idadesTotalSem instrução e ensino fundamental incompletoFundamental completo e ensino médio incompletoMédio completo e superior incompletoSuperior completoNão Determinado
10 a 14 anos64.68860.3193.80164-504
15 a 19 anos70.55520.36933.42815.652240866
20 a 24 anos73.85313.11014.85539.1066.652130
25 a 29 anos73.01314.19813.91030.50514.197203
30 a 34 anos67.40317.26911.20226.06312.710159
35 a 39 anos60.23517.8909.78821.58010.826151
40 a 44 anos55.62818.9048.76618.0269.83597
45 a 49 anos52.15619.5937.87115.0529.62416
50 a 54 anos43.28017.5316.19011.3658.12767
55 a 59 anos34.42415.5525.0767.5416.255-
60 a 69 anos44.00824.2965.2218.1446.28463
70 anos ou mais34.48824.8543.6333.8552.146-

Estado civil

Em Campo Grande, a maioria dos moradores se enquadram na população solteira, sendo 359.915. Na Capital, são 232.163 casados, seguido pelos divorciados (35.966), viúvos (31.595) e desquitados ou separados judicialmente (14.090).

Por união

O levantamento mostra que 126.924 pessoas são casadas no civil e religioso. Outras 77.448 são casadas apenas no civil e outras 5.630 são casadas somente no religioso. Quando se fala em união consensual são 125.173 moradores.

Bairros mais populosos

Imagem: Reprodução

O censo de 2010 também mostrou quais são os bairros mais populosos da Capital. E se enganou quem achou que no topo da lista estão as Moreninhas (o bairro aparece na lista, mas não é o mais populoso segundo o levantamento).

A pesquisa mostra que os bairros mais populosos têm mais de 30 mil moradores e, nessa categoria, aparecem os bairros Aero Rancho e Nova Lima.

Com 20 a 30 mil moradores, figuram os bairros Moreninhas, Centro-Oeste, Universitário, Tiradentes, Coronel Antonino, Santo Amaro e Vila Nasser.

Já os que têm entre 15 e 20 mil pessoas são o São Conrado (com Santa Emília), Leblon, Centenário, Pioneiros, Popular, Panamá e Alves Pereira. Confira o mapa ao lado.

Crescimento habitacional por bairro

O próximo levantamento mostra por que o “título” de bairro mais populoso não é mais apenas das Moreninhas devido ao crescimento anual da população de cada bairro.

O bairro que teve um crescimento com mais de 10% de moradores é o Noroeste. Com crescimento habitacional entre 5,1 e 10% aparecem os bairros São Conrado, Caiobá, Centenário, Nova Lima, Maria Aparecida Pedrossian, Santa Fé, Carandá e Chácara dos Poderes.

Jornal Midiamax