Cotidiano

Campo Grande terá dois horários de toque de recolher nesta semana; confira dias e horários

Ampliação ocorre a partir de quarta para beneficiar movimento de Dia das Mães

Gabriel Maymone Publicado em 03/05/2021, às 07h53

Objetivo é reduzir concentração de pessoas no comércio
Objetivo é reduzir concentração de pessoas no comércio - Marcos Ermínio / Midiamax

Fique atento com os horários do toque de recolher em Campo Grande esta semana. Isso porque serão dois horários diferentes: a partir das 21h na segunda e terça-feira e a partir das 22h de quarta a domingo. 

A flexibilização no período do dia 5 a 9 de maio ocorre após pedido do comércio para reduzir o período de restrição de circulação e funcionamento de atividades para melhorar o movimento para o Dia das Mães.

Dessa forma, confira como fica o toque de recolher em Campo Grande em cada dia da semana:

  • 3 de maio (segunda-feira): 21h às 5h;
  • 4 de maio (terça-feira): 21h às 5h;
  • 5 de maio (quarta-feira): 22h às 5h;
  • 6 de maio (quinta-feira): 22h às 5h;
  • 7 de maio (sexta-feira): 22h às 5h;
  • 8 de maio (sábado): 22h às 5h;
  • 9 de maio (domingo): 22h às 5h.

As definições foram aprovadas pelo Prosseguir, Programa de Saúde e Segurança da Economia, que avalia as condições das cidades em relação à pandemia de coronavírus. Na última avaliação, Campo Grande havia melhorado a classificação, passando de bandeira cinza (risco extremo para covis) para vermelha (risco alto). Assim, o horário do toque  de recolher havia sido reduzido das 20h para 21h.

Mas nos cinco dias que antecedem o Dia das Mães, que cai no domingo, dia 9 de maio, a cidade estará na bandeira laranja, de grau de risco médio para o contágio do vírus, com permissão de funcionamento de atividades essenciais e não essenciais de baixo e médio risco. A SES (Secretaria Estadual de Saúde) afirma que a flexibilização só foi possível pois Campo Grande já havia apresentado melhora na classificação.

Segundo a chefe da Consultoria Legislativa do Governo do Estado, Ana Carolina Ali Garcia, a mudança no toque de recolher atende critérios técnicos e científicos. “Foi feita uma análise e decidido que haverá esta flexibilização durante estes cinco dias, relativizando a regra em função do Dia das Mães, para evitar a concentração de pessoas no mesmo horário no comércio", explicou.

Como fica depois?

A partir da segunda-feira (10) após o Dia das Mães, Campo Grande voltará a ser classificada como bandeira vermelha e, então, voltará a restringir a circulação de pessoas e funcionamento de atividades a partir das 21h. O horário será mantido até o dia 12 de maio, quando o Prosseguir irá atualizar o mapa situacional da covid-19 em Mato Grosso do Sul.

O Prosseguir é atualizado a cada duas semanas e ajuda prefeitos e secretários de saúde a planejar estratégias de enfrentamento ao coronavírus. O programa envia relatórios com recomendações para todos os municípios, baseadas nos dados do fim da semana (último sábado) obtidos pelo cruzamento dos indicadores de Vigilância Epidemiológica, Saúde e Impacto Econômico.

Jornal Midiamax