Cotidiano

Campo Grande representa 42% de todas as terceiras doses aplicadas contra Covid-19 no Brasil

Capital sul-mato-grossense foi uma das primeiras cidades do país a iniciar aplicação da dose de reforço

Renata Barros Publicado em 08/09/2021, às 10h42

Idosos e imunossuprimidos recebem a dose de reforço nesta quarta-feira
Idosos e imunossuprimidos recebem a dose de reforço nesta quarta-feira - Foto: Arquivo/Midiamax

O município de Campo Grande vacinou, desde o dia 26 de agosto, mais de 6 mil pessoas com a dose de reforço contra a Covid-19, o que representa 42% de todas as terceiras doses aplicadas no Brasil. A Capital foi a primeira cidade de Mato Grosso do Sul a iniciar a aplicação da dose de reforço.

Segundo dados do Consórcio de Veículos de Imprensa, divulgados nesta terça-feira (7), foram aplicadas 14.279 doses de reforço no País. Em Campo Grande, 6.089 pessoas já receberam a terceira dose, segundo dados do Vacinômetro, equivalente a 42,64% do total de pessoas vacinadas com a dose de reforço no país.

Os índices de cobertura vacinal da primeira dose, segunda ou dose única da Capital também são superiores à média nacional. No Brasil, 63,48% da população recebeu a primeira dose, aproximadamente 132,4 milhões de pessoas, enquanto em Campo Grande, 68,63% de todos os habitantes foram vacinados.

Com relação apenas à segunda dose, o percentual é maior. De acordo com o levantamento nacional, cerca de 67,9 milhões de brasileiros receberam a segunda dose ou a dose única, o que representa 31,84% da população. Na Capital, 446.757 pessoas estão completamente imunizadas, ou seja, receberam a segunda dose ou dose única, o equivalente a 49,31% de toda a população campo-grandense.

Nesta quarta-feira Campo Grande aplica 3ª dose em idosos e imunossuprimidos.

Jornal Midiamax